home notícias Carreira
Voltar Voltar
30/01/12
Brasileiros terão melhores salários em 2012, diz pesquisa
Para estudo, que engloba mais de 11.500 mil empresas privadas em 40 países, 92% dos empresários nacionais pretende aumentar salários, 40% devem fazê-lo acima da inflação
Da redação

Os brasileiros podem esperar maiores honorários no ano de 2012, é o que revela um estudo feito pela consultoria Grant Thornton. De acordo com a pesquisa, que engloba mais de 11.500 mil empresas privadas em 40 países, 92% dos empresários nacionais pretende aumentar salários esse ano, 40% devem fazê-lo acima da inflação. Apesar de a projeção brasileira ter ficado acima da média mundial, que é de 66%, o país ocupa o último lugar em intenção na América Latina, perdendo de longe para a Argentina (100%). As informações são do Portal Época Negócios.

 

Segundo o estudo, houve um avanço de 18 pontos porcentuais em relação aos números apurados no terceiro trimestre do ano passado. Em comparação com os presidentes de empresa que se manifestaram em favor de um aumento salarial acima da inflação, houve um avanço de 10 pontos porcentuais. No consolidado de 2011, 84% dos empresários brasileiros esperam elevar salários, 14% a mais que o registrado em 2010, deixando o país na 10ª posição no ranking global do International Business Report (IBR) 2012, mas em último lugar entre os países latino-americanos. A expectativa é positiva na maioria das economias pesquisadas, lideradas por Argentina (95%), Suécia (93%) e África do Sul (92%).

 

Argentina (100%), México (98%), Suécia (95%), Bégica (90%), Canadá (88%), Índia (87%) e Austrália (85%) são os países que mais pretendem elevar a remuneração de seus funcionários. Os empresários de Tailândia (78%) e Peru (52%) são os que mais esperam aumentar os salários acima da inflação.

 

Em países como Grécia e Japão, a expectativa de aumento salarial é pequena, 4% e 24%, respectivamente.  Em termos regionais, a América Latina (93%) e os países Nórdicos (86%) apresentam o maior percentual de empresários que devem elevar os salários nos próximos doze meses. Em seguida aparece a América do Norte (77%) e os países que formam o G7 (61%).



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.