home notícias Carreira
Voltar Voltar
20/02/17
Fórum Médicos S/A incluirá ECAM
Encontro de Carreira e Mercado de Acadêmicos de Medicina do Brasil é mais uma novidade do novo formato, que integrará o espaço da ExpoClínicas
Filipe Sousa

O II Fórum Médicos S/A, que acontece dias 15 e 16 de setembro, no WTC - SP, apresentou mais uma novidade. Após a revelação do novo formato, com integração do espaço da ExpoClínicas, a organização apresentou o ECAM – Encontro de Carreira e Mercado de Acadêmicos de Medicina do Brasil. Segundo Reinaldo Braga, idealizador do evento e CEO do grupo Criarmed, "A proposta do Fórum Médicos S/A é justamente o de fomentar uma maior profissionalização do empreendedorismo e gestão na saúde, e não teria como cumprir esse objetivo sem envolver os acadêmicos de Medicina, que são justamente o futuro do mercado brasileiro". 

O interesse da comunidade acadêmica na primeira edição está se refletindo na mobilização para o II Fórum Médicos S/A. Arthur Sapia, estudante de medicina da UNIFESP e um dos dinamizadores do ECAM, conta que têm recebido contato de interessados de organizações como a Associação dos Estudantes de Medicina do Brasil. Mais ativas na promoção do ECAM, a Escola Paulista de Medicina (UNIFESP), Faculdade de Medicina da USP, Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Faculdade de Medicina do ABC e Faculdade Santa Marcelina, formam o núcleo fundador do encontro. 

Sapia foi convidado a conhecer o Fórum Médicos S/A, diz o acadêmico, "na época em sua primeira edição, que abordava temas diversos na área de empreendedorismo na saúde. Conseguimos um número razoável de estudantes interessados em comparecer ao evento, de forma que em 2017 surgiu, por parte do Grupo Criarmed, o convite para a realização de uma plenária dentro da edição 2017 do Fórum Médicos S/A dedicada especialmente a estudantes de medicina". Sapia integrou o grupo de alunos da Escola Paulista de Medicina (UNIFESP) que organizou o I Simpósio Acadêmico em Gestão do Hospital São Paulo, um evento que procurou esclarecer aos graduandos de medicina alguns pontos básicos da gestão da carreira médica, bem como gestão hospitalar, gestão do Sistema Único de Saúde, bem como gestão da própria universidade. "Entendemos que esses temas, ausentes no currículo médico atual, são fundamentais não só para o entendimento da realidade onde estamos inseridos, como também para que possamos administrar nossas carreiras, em qualquer meio que optemos por atuar", acrescenta Sapia.

"O ECAM busca trazer ao estudante de medicina uma faceta da profissão que, infelizmente, parece ter sido deixada de lado pelas universidades", continua Sapia, "temos hoje cursos focados exclusivamente em aspectos técnicos, mas que falham em dar orientações ao aluno a respeito de questionamentos básicos sobre a carreira médica. "Como montar e gerir seu consultório? Quais são e como funcionam os diferentes regimes de trabalho que podem ser seguidos pelo médico? Como se dá a relação entre o profissional e as operadoras e hospitais? Quais as opções profissionais que um médico recém formado tem para se inserir no mercado? O que mais existe além da prática clínica clássica? O que são startups? Como funciona a carreira de gestor?", são algumas questões que a comunidade acadêmica quer ver respondidas.

O primeiro passo para algo maior

O ECAM é encarado como a continuidade do primeiro evento realizado em 2016. "Isso já demostra uma tendência a crescimento, por estarmos tratando de uma área tão pouco explorada na grade curricular atual, porém que é do interesse de todos. Certamente o ECAM tem tudo necessário para se tornar parte do calendário anual dos estudantes de medicina de todo o país", afirma Arthur Sapia. "

O interesse pelo evento está excedendo as expectativas iniciais. No momento inicial da divulgação e, antes mesmo de ser revelada a programação, chegam regularmente mensagens de todos os estados com alunos interessados em participar. Segundo a previsão da organização do ECAM, o evento congregará alunos de todo o país e, como sustenta Sapia, "Acreditamos que o caminho é unir forças com alunos de todos os cantos do Brasil que partilham de nossos interesses e anseios. A integração entre esses grupos, antes isolados, permite não só o fortalecimento do movimento, mas principalmente o seu enriquecimento, com visões e realidades diferentes".

Para a cúpula do ECAM, a comunidade acadêmica é um nicho interessantíssimo a ser explorado. Nas palavras de Sapia, "os jovens são interessados, dispostos e extremamente criativos. É um desperdício imaginar que a vasta maioria dos estudantes só entra em contato com o empreendedorismo anos após a conclusão do curso. Muitos nunca nem o fazem, por desconhecimento do que existe por aí." A organização do evento espera contribuir para antecipar esse contato dos alunos com o mundo do empreendedorismo e, ao mesmo tempo, mostrar ao mercado todo o potencial que o ambiente acadêmico possui e deve ser aproveitado.

Mas, o empreendedorismo na saúde brasileira terá necessariamente que englobar mais do que acadêmicos de medicina. Apesar de, na gênese do ECAM estarem as dúvidas e anseios de futuros profissionais médicos, a área da saúde é vasta e depende da atuação conjunta de todos os seus profissionais. Arthur Sapia deixa um apelo a todos os acadêmicos empreendedores: "quando tratamos de empreendedorismo em saúde, temos a certeza de falar de uma área do interesse de todos os outros participantes desse universo, que têm sem dúvida uma vasta gama de oportunidades de atuação. O convite está aberto a todos os acadêmicos da saúde que se interessarem. Precisamos unir forças!

Para mais informações, visite o site: FÓRUM MÉDICOS S/A & EXPOCLÍNICAS.





PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.