home notícias Carreira
Voltar Voltar
02/05/17
São Paulo sedia 2º Congresso Internacional Huntington de Reprodução Humana
Encontro discutirá avanços nos tratamentos da infertilidade
Da redação
Pesquisadores e especialistas em reprodução humana, do Brasil e do mundo, se reúnem no 2º Congresso Internacional Huntington de Reprodução Humana para compartilhar os mais recentes progressos de investigação, diagnóstico e tratamento das infertilidades masculina e feminina. Essa troca de experiências aplicadas acontecerá nos dias 26 e 27 de maio, no Tivoli Mofarrej Hotel, em São Paulo.

O congresso espera receber mais de 400 profissionais da área, entre ginecologistas, urologistas, psicólogos, acadêmicos e residentes. Um dos destaques da programação é o módulo de oncofertilidade, especialidade inovadora na área do câncer. Dr. Michel De Vos, professor clínico em Medicina Reprodutiva e codiretor médico do Centro de Medicina Reprodutiva UZ Brussel-VUB, ministra uma aula sobre a melhor abordagem para a preservação da fertilidade em pacientes com câncer. O belga estuda maneiras de conservar a fertilidade após tratamentos com quimioterapia e radioterapia, que podem prejudicar o futuro reprodutivo de homens e mulheres.

Dentro deste tema, Dr. Claus Andersen, professor de fisiologia reprodutiva humana na Universidade de Copenhague, apresenta resultados na criopreservação de tecido ovariano, foco do programa nacional que lidera atualmente na Dinamarca. O procedimento consiste no congelamento de fragmentos do ovário que podem ser reimplantados após o tratamento oncológico. O dinamarquês foi membro da equipe responsável por introduzir a fertilização in vitro no país, em meados dos anos 1980. E, em outra palestra do Congresso, trata dos mecanismos de maturação de folículos pré-antrais, que, uma vez maduros, são capazes de ovular.

Outro palestrante convidado, Dr. Antonio La Marca, professor associado da Universidade de Módena e integrante do corpo clínico da Clínica Eugin, fala sobre hormônio antimulleriano, contagem de folículos antrais e outras opções para estimulação ovariana personalizada.

Na área de andrologia, Dr. Carlo Foresta, diretor do Centro de Reprodução Humana da Universidade de Padova, discorre sobre a influência de ambiente e estilo de vida na espermatogênese e a melhor estratégia para tratar o fator masculino de infertilidade. Na 1ª edição do Congresso Huntington, Foresta apresentou um estudo sobre fertilidade e HPV masculino. A presença deste no sêmen atrapalha o nado dos espermatozoides e, quando conseguem fecundar o
óvulo, a viabilidade dos embriões. Para o italiano, é possível que muitos dos casos de infertilidade masculina sem explicação estejam ligados ao HPV.

Epigenética e infertilidade masculina são assuntos da aula do Dr. Andrea Garolla, membro do conselho diretivo da Sociedade Italiana de Fisiopatologia Reprodutiva (SIFR) e professor de Andrologia e Medicina Reprodutiva da Universidade de Pádua. Esses importantes nomes internacionais compõem a programação ao lado do corpo clínico da Huntington. Os Drs. Paulo Serafini e Eduardo Motta, fundadores e diretores do grupo, integram o _round table_ de encerramento do Congresso, apoiado pelas Sociedades Brasileiras de Reprodução Humana e Assistida (SBRH e SBRA).

As inscrições para acompanhar esses e outros assuntos relacionados à reprodução assistida estão abertas até 5 de maio no site da Huntington [1]. Após esta data, os participantes podem se inscrever nos dias do evento, diretamente no local.
 
SERVIÇO

2º CONGRESSO HUNTINGTON DE REPRODUÇÃO HUMANA

DATA: 26 e 27 de maio (sexta e sábado)

HORA: das 8h às 17h40 (dia 26) e das 8h às 13h (dia 27)

LOCAL: Hotel Tivoli Mofarrej (Alameda Santos, 1437 - São Paulo/SP)

INSCRIÇÕES: até 5 de maio (sexta-feira) pelo site huntington.com.br/congresso2017/inscricao.html


PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.