home notícias Gestão
Voltar Voltar
13/07/12
Abramge se pronuncia sobre decisão da ANS de suspender 268 planos
Presente na lista da ANS, operadora paranaense Nossa Saúde também reprovou a ação
Da Redação

Depois de provocar a reação em diversos representantes ligados à saúde complementar, a Associação Brasileira de Medicina de Grupo (Abramge) se pronunciou sobre a decisão da ANS de suspender 268 planos por não cumprimento nos prazos de atendimento. 

Anteriormente, o órgão afirmou que “entre as operadoras de medicina de grupo notificadas, deverão ser ponderados quais os motivos para o ato da agência, assim como a localização, tipo de serviço e também número de usuários beneficiados pelas operadoras de Medicina de Grupo que, eventualmente, estejam na lista divulgada pela ANS”. 

Nesta sexta-feira (13), por meio de nota, a Abrange se posicionou sobre o assunto. No que diz respeito à obrigatoriedade de cumprir prazos mínimos para marcação de consulta, o órgão afirma que participou, assim como os representantes dos demais segmentos, das discussões entre a ANS e outros players do setor sobre o tema. “Que grande parte do que fora decidido já era praticado pelo mercado. Além disso, vale lembrar que os médicos têm total controle de suas agendas de marcação de consultas, assim como os laboratórios para exames”.

Presente na lista da ANS, a operadora Nossa Saúde, do Paraná, informou que de Janeiro a Julho deste ano, recebeu quinze Notificações de Investigação Preliminar (NIP's) sobre problemas de atendimento, onde todas as questões foram respondidas no prazo, e as que necessitavam de alguma ação, foram resolvidas, e que, 12 (doze) NIP's já foram arquivadas pela ANS.

“A Nossa Saúde critica o método adotado pela ANS como antipedagógico e abusivo. A ANS existe para ser o canal de regulação entre Operadoras e Consumidor. Seu papel é fazer com que as Operadoras sejam atuantes. Se as empresas resolverem os problemas não deveriam ser punidas e sim incentivadas, isto é uma ação pedagógica. Qual é a motivação para resolver as demandas, uma vez que mesmo arquivadas pela ANS, as NIP'S são contabilizadas? Faltou respeito! A Constituição garante direito a defesa em qualquer pleito, no território brasileiro”.

Anteriormente, a Unimed Guararapes Cooperativa de Trabalho Médico, de Jaboatão dos Guararapes (PE), disse que ingressaria na Justiça contra a medida. Já a Unimed Paulistana Cooperativa de Trabalho Médico, informou que já estava adotando medidas para analisar a situação. A Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), que representa 15 grupos de operadoras privadas de assistência à saúde, declarou que aguardará que as operadoras atingidas se pronunciem para depois se manifestar

Leia mais:




PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.