home notícias Gestão
Voltar Voltar
28/10/14
Após apoio oficial, AMB questiona Aécio Neves
Associação cumprimenta Dilma e deixa desejos para novo mandato da presidente reeleita
Filipe Sousa

Após a vitória de Dilma Rousseff, era aguardada uma posição da Associação Médica Brasileira (AMB), que manifestou o seu apoio oficial ao candidato do PSDB, Aécio Neves.

Contactada pela Diagnóstico logo após ser conhecido o resultado favorável ao PT, a AMB deixou a dúvida sobre se iria se pronunciar sobre a vitória da candidata alvo de sua contestação.

Agora, a Associação Médica deixou no seu portal uma mensagem com um misto de parabéns, dúvida e formulação de desejos.

A AMB pergunta "Ainda podemos ter esperança?" e prossegue com cumprimentos a Dilma pela vitória, terminando com uma lista do que a entidade define como "a concretização do Brasil prometido e sonhado por todos nós brasileiros".

Confira o texto publicado no portal da AMB.

"Ainda podemos ter esperança?"

Em que pese o apoio da Associação Médica Brasileira (AMB) ao candidato Aécio Neves nas eleições à Presidência da República, gostaríamos de apresentar nossos cumprimentos à presidente Dilma Roussef, eleita democraticamente pelo povo brasileiro.
 
A AMB espera neste novo mandato presidencial a concretização do Brasil prometido e sonhado por todos nós brasileiros: politicamente respeitado, economicamente robusto e que honre e dignifique toda a sua população. Especialmente na área da saúde, continuaremos atuando em defesa da assistência, ensino e pesquisa de qualidade que todos os brasileiros merecem. 



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.