home notícias Gestão
Voltar Voltar
24/12/13
Após oferta de Edson Bueno, ações da Dasa fecham com ganho acima de 10%
Em janeiro, empresário da Amil pretende fazer um leilão na BM&FBovespa para adquirir as 311,8 milhões de ações ordinárias da empresa prestadora de serviços de medicina diagnóstica
Da redação

São Paulo - As ações da Diagnósticos da América (Dasa), empresa prestadora de serviços de medicina diagnóstica da América Latina, terminou o pregão desta segunda-feira (23) cotadas a R$ 14,80, com valorização de 10,94%. As informações são do Valor Econômico.

No mesmo dia, a companhia publicou edital de oferta pública para aquisição das ações da empresa pela Cromossomo Participações II, sociedade controlada por Edson de Godoy Bueno, presidente e fundador da operadora Amil, e Dulce Pugliese, ex esposa de Bueno. Ambos são os maiores acionistas da rede de laboratórios Dasa.

No dia 22 de janeiro, os acionistas, através da Cromossomo Participações II, pretendem fazer um leilão na BM&FBovespa para adquirir as 311,8 milhões de ações ordinárias -- que proporcionam participação nos resultados da empresa e conferem ao acionista o direito de voto em assembléias gerais -- que compõem o capital da Dasa. O preço sugerido é de R$ 15 por ativo, prêmio de 12,44% considerando o fechamento de sexta-feira e de 22,9% considerando a média dos últimos 90 dias.

Quando foi anunciada a fusão entre Dasa e MD1, em agosto de 2010, o acordo previa que Edson Bueno não poderia vender sua participação no período de quatro anos. Caso viesse aumentar sua fatia, como está a acontecer, o empresário seria obrigado a acionar a chamada “pílula de veneno”, estendendo a oferta pelos papéis para todo o mercado. 
  
Caso seja confirmado um aumento expressivo de participação na Dasa, Bueno poderá ganhar sinergia através da integração de seus hospitais na empresa de medicina diagnóstica. ele é dono de seis hospitais em São Paulo, Rio e Brasília. Na capital paulista, o empresário é proprietário, por exemplo, dos hospitais Nove de Julho e Santa Paula, que acaba de passar por um processo de expansão com a abertura de uma unidade especializada em atendimento oncológico.

Para adquirir ações da Dasa, Bueno deverá desembolsar cerca de R$ 3,6 bilhões. O cálculo considera o montante aproximado de 238,2 milhões de papéis, já excluindo a participação que Bueno e sua ex-mulher, Dulce Pugliese, já detêm indiretamente na Dasa.

Leia mais:
>> Edson Bueno poderá comprar ações da Dasa por R$ 3,6 bilhões



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.