home notícias Gestão
Voltar Voltar
09/10/15
Barack Obama pede desculpas a MSF por ataque a hospital no Afeganistão
Presidente norte americano conversou com Joanne Liu, da ONG, e disse que a investigação vai pretar contas precisas, transparentes e objetivas sobre o acidente
Da redação

Washington — O presidente americano Barack Obama se desculpou com a presidência da organização Médicos Sem Fronteiras pelo bombardeio em um hospital da entidade em Kunduz, no Afeganistão, segundo informações da Casa Branca na última quarta-feira (07). Conforme disse à imprensa John Earnest, porta-voz da Casa Branca, Obama conversou com Joanne Liu, presidente da ONG, e disse que a investigação americana vai pretar contas precisas, transparentes e objetivas sobre os fatos e circunstâncias do acidente. Com informações das agências de notícias.

Leia mais:

Além disso, se necessário, o presidente norte americano disse que irá implementar mudanças para diminuir a probabilidade de tragédias como essa no futuro. Obama também ligou para Ashraf Ghani, chefe de Estado afegão, para prestar condolências pelas vidas perdidas no ataque. A ONG Médicos Sem Fronteiras pediu a uma comissão internacional independente investigar o atentado ao hospital da entidade em Kunduz, no Afeganistão.

Soba alegação de que o episódio é um crime de guerra, a instituição disse que o inquérito poderia reunir fatos e evidências a partir das investigações dos Estados Unidos, Afeganistão e da Otan, além de depoimentos de funcionários e pacientes que sobreviveram. Após isto, a MSF considerara prestar queixa criminal pela perda dos pacientes e pela destruição parcial do hospital, que deixou 22 mortos e milhares de afegãos sem acesso à assistência médica.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.