home notícias Gestão
Voltar Voltar
24/01/13
Brasileiro ensina administração hospitalar para sauditas
Mathias Mangels, CEO da Symnetics, é o nome por trás da estratégia da gestão do hospital da Universidade Princesa Noura, em Riad, Arábia Saudita
Valor Econômico

O brasileiro Mathias Mangels, fundador da Symnetics – consultoria de gestão que atua no exterior com o nome Tantum, onde os negócios na Arábia Saudita são os que mais crescem –, é o nome por trás da estratégia da gestão do hospital da Universidade Princesa Noura, em Riad, na Arábia Saudita, maior universidade só para mulheres do mundo, com 40 mil alunas.

O projeto do hospital de alto padrão, que terá 600 leitos e cuja primeira parte foi inaugurada no fim de 2012, é acompanhado de perto por Mangels. Uma equipe com oito consultores da Tantum trabalha no desenvolvimento da estratégia e do modelo de gestão. Trata-se da mesma equipe que tocou projetos de governança no Hospital Sírio Libanês. Além disso, executivos ligados à Riad vieram ao Brasil conhecer de perto o Sírio Libanês.

De acordo com Mangels, o hospital de Riad pretende ser um estabelecimento “top”, e por isso é preciso focar nos recursos financeiros para trazer resultados. O rei Abdullah e os investidores deverão gastar US$ 100 milhões por ano e não se espera um equilíbrio orçamentário no curto prazo.

Com 400 consultores empregados, Mangels tem hoje cerca de 70 em projetos na Arábia Saudita e Emirados Árabes. A Tantum possui 15 profissionais no Ministério do Trabalho saudita, em departamentos responsáveis por políticas de formação de mão de obra, apoio ao desempregado e recrutamento, entre outros. 

Segundo ele, o cidadão saudita não é educado para trabalhar. “A mentalidade profissional e de carreira é pouco desenvolvida lá”, afirma. O governo tem investido em universidades e programas de estudo no exterior para diminuir o abismo entre oferta e demanda de mão de obra.

Um dos grandes desafios, segundo Mangels, é adaptar-se aos hábitos sociais e ao ‘timing’ do povo saudita. A série de restrições impostas pela cultura islâmica dificulta o trabalho das mulheres. Toda consultora, por exemplo, precisar viajar acompanhada ao país. 

A Tantum, cujo braço brasileiro é a Symnetics, está presente em 14 países e fatura cerca de US$ 60 milhões. O Brasil representa 30% da operação e os demais mercados, 70%. Em 2012, a receita cresceu 60% no exterior e 15% no Brasil.

 A empresa tem sócios locais em cada país. Mangels calcula que atualmente possui 23 sócios ativos. E entre eles, já figuraram nomes como Robert Kaplan e David Norton, considerados os “gurus de Harvard”, que hoje continuam como parceiros em diversos projetos.

Mangels, de 57 anos, é neto do fundador do grupo metalúrgico que leva seu sobrenome. Ele chegou a trabalhar na Maxitec, uma joint venture da Mangels com a Siemens, mas optou por seguir a carreira de consultor.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.