home notícias Gestão
Voltar Voltar
05/08/13
Como a corrupção afeta o sistema de saúde da China
Reportagem da Time revela a decadência da saúde pública chinesa através da prática de overuse e propina entre médicos e pacientes
Da Redação

Em matéria publicada nesta sexta-feira (02), O Time revela como a corrupção assola o sistema de saúde público da China – país mais populoso do mundo – através da prática de subornos conhecidos como Hongbao, ou “pacote vermelho”, envolvendo médicos e pacientes. A reportagem conta a história de uma mulher, de sobrenome Cheng, que pretendia garantir que sua mãe tivesse o melhor atendimento durante uma cirurgia de vesícula biliar. Para isso, ela precisou entregar ao médico um envelope, com cerca de mil yuan (US$ 160). Sem questionar, o profissional aceitou o suborno. “Todo mundo aqui faz isso. E se você não der um Hongbao, você vai ser considerado um estranho”, disse Cheng.

Além do rápido envelhecimento da população, o sistema de saúde chinês, segundo a reportagem, precisa se adequar a uma mudança: as doenças de outrora, que podiam ser tratadas de forma relativamente barata, mudaram para enfermidades mais complexas e crônicas, típicas de sociedades economicamente desenvolvidas. “Desde a transição do modelo socialista chinês, as contas médicas se tornaram um dos fatores mais comuns que levaram os chineses à pobreza”, diz o texto, que aponta como um dos principais motivos dessa distorção o corte dos financiamentos públicos para os hospitais.

Nos últimos anos, o governo chinês lançou um programa de cobertura de saúde pública para aumentar o acesso aos cuidados básicos. Entretanto, profundamente marcado pela corrupção, o sistema de saúde do país não consegue proporcionar um tratamento eficiente. “Além da proliferação do Hongbao, os pacientes são vítimas do overuse, já que os hospitais recomendam exames e procedimentos desnecessários, porém caros, para manter à tona departamentos ávidos pelo dinheiro público”. A reportagem cita as taxas extras para itens imprecisos, que muitas vezes acabam nas contas dos médicos, dos fabricantes de medicamentos e das empresas farmacêuticas, que também se tornam cúmplices ao distribuírem dinheiro para os trabalhadores do setor em troca da utilização de seus produtos em hospitais. 

O texto aponta ainda que a corrupção no sistema de saúde chinês foi exposta em julho deste ano, quando a multinacional britânica GlaxoSmithKline foi acusada pelo governo de suborno e sobrecarga dos seus medicamentos. A equipe da GSK na China foi detida após o suposto desvio de 490.000 mil dólares, onde médicos prescreviam medicamentos a preços inflacionados. A corrupção que afeta o sistema de saúde chinês exigirá um esforço vigoroso para alterar essa realidade. O presidente Xi Jinping já lidera uma campanha para combater a corrupção entre os membros do Partido Comunista. De acordo com um cirurgião de Pequim, que preferiu não ser identificado pela reportagem, se o governo for realmente sério, todos os médicos chineses e empresas farmacêuticas deveriam ser considerados culpados. “Se médicos devem ser demitidos por receberem o Hongbao, então, quem vai cuidar dos doentes?”, declarou.

Já os pacientes, estes lutam contra os custos crescentes, mesmo com o país tendo lançado um programa de seguro de saúde pública básica. Em 2000, uma cirurgia de câncer de estômago, por exemplo, custava em torno de US $ 1.600. Atualmente, a taxa é cinco vezes maior. E em alguns hospitais de Pequim, cirurgiões recebem menos de US$ 50 para realizar procedimentos considerados complexos. 

Assim, não é de se admirar porque os envelopes vermelhos são tão aceitos. “Subornos não vêm apenas em forma de dinheiro. Segundo o proprietário de uma galeria de arte contemporânea de Pequim, um público surpreendente de consumidores de arte são pacientes que precisam de presentes adequados para os seus médicos, já que o preço da arte moderna chinesa se valorizou rapidamente nos últimos anos”.

*As informações são da Time.

Leia mais: 
>> Jornalista americana denuncia fraudes no sistema de saúde dos EUA
>> Farmacêutica britânica GlaxoSmithKline é acusada de subornos na China



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.