home notícias Gestão
Voltar Voltar
18/05/17
Doria anuncia financiamento para concluir obras de hospitais
Gestor espera ter aprovação até agosto de um financiamento de US$ 100 milhões do BID
Folhapress

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), disse na quarta-feira (17), em Washington, que espera ter até agosto aprovado um financiamento de US$ 100 milhões do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) destinado à conclusão de dois hospitais na periferia de São Paulo. O valor será usado para terminar os hospitais públicos em Parelheiros (zona sul) e Vila Brasilândia (zona norte) e para concluir algumas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da prefeitura, segundo Doria.

Os hospitais começaram a ser construídos na gestão de Fernando Haddad (PT), e as obras foram paralisadas no fim do ano passado. A previsão inicial é que o hospital de Vila Brasilândia fosse entregue no início de fevereiro. Segundo a gestão Doria, restrições orçamentárias obrigaram a prefeitura a rever pagamentos para honrar despesas herdadas da administração passada. Juntos, os dois hospitais deveriam beneficiar em torno de 2,2 milhões de moradores dessas áreas, ao custo de R$ 354 milhões.

"Demos continuidade ao que já discutimos há menos de um mês em São Paulo e vai muito bem. Espero que até o mês de agosto nós tenhamos a disponibilidade desses recursos", disse o prefeito, após encontro com o presidente do BID, o colombiano Luis Alberto Moreno, na sede do organismo em Washington. HOSPITAIS NOS EXTREMOS Moreno afirmou que o Estado de São Paulo é o maior parceiro do BID na região hoje.

"Agora estamos abrindo um novo trabalho com a prefeitura de São Paulo, a primeira vez nos últimos 15 anos", disse. O governador Geraldo Alckmin também participou da reunião com o BID, mas, no caso do Estado, não foi tratada nenhuma nova parceria. Nesta quarta (17), a Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), que é parte da estrutura do Ministério do Planejamento, aprovou a transferência de US$ 223 milhões de um financiamento do BID para o Rodoanel, segundo o governador.

"O financiamento é do BID. Em vez de começar uma obra nova, nós vamos terminar o Anel Metropolitano de São Paulo. Ano que vem termina", afirmou. A capital americana foi a última escala da viagem dos dois tucanos aos Estados Unidos. Depois de passarem por Nova York, o prefeito e o governador passaram algumas horas em Washington antes de embarcar de volta para o Brasil. Desde domingo (14), Doria estava no país em uma série de encontros para promover São Paulo e oferecer oportunidades de negócios para investidores.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.