home notícias Gestão
Voltar Voltar
17/09/12
Funcionários realizam abraço simbólico contra invasão ao Hospital do Subúrbio (BA)
Evento foi utilizado como forma de protesto contra invasão ocorrida na sexta-feira. Segundo a Sesab, ação foi criminosa
Da Redação

Funcionários do Hospital do Subúrbio (HS) e moradores do entorno da unidade deram um abraço simbólico no hospital, nesta segunda-feira (17). A manifestação foi utilizada como forma de protesto pacífico contra a invasão de um grupo de pessoas, realizada na última sexta-feira (14), na emergência da unidade. A atitude tomada pelo grupo foi classificada como um ato de vandalismo pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

O secretário da Saúde do Estado, Jorge Solla, que participou do abraço simbólico, destacou o reconhecimento que o HS tem ganho não só da população, mas também de outras organizações como a Organização Nacional de Acreditação (ONA), que certificou o HS com acreditação de qualidade e segurança da assistência aos pacientes. “É um ato de desagravo de todos os funcionários e de moradores da região em função desse ato de violência praticado contra uma unidade de grande importância para a saúde”, disse.
 
Ao se referir ao suposto erro que teria motivado a invasão das dependências da emergência, Solla explicou que não há indícios de imperícia ou falha médica. “O paciente foi assistido de forma tecnicamente adequada de acordo com os sintomas que apresentava, tanto no HS quanto no Hospital Couto Maia”, falou o secretário que também comentou as providências que serão tomadas. “Vamos apurar a organização desse ato contra o HS. As imagens serão encaminhadas para a Secretaria de Segurança Pública para que seja feita a devida investigação”
 
Segundo a diretora técnica do HS, Lícia Cavalcanti, o abraço simbólico representou a atenção, o cuidado e a proteção que os profissionais e a comunidade tem com o HS. “Essa proteção nada mais é que a consciência tranquila de um dever cumprido diariamente, atendendo de forma correta, com todos os recursos para os nossos pacientes”, afirmou a diretora.

Entenda o caso – Deivison Luis de Santana, de 23 anos, teria contraído leptospirose no início de setembro. Cerca de 10 dias depois, começou a sentir os sintomas da doença, como fortes dores na barriga e febre, e no dia 10 buscou atendimento no Hospital do Subúrbio. Após esperar pelo atendimento, foi orientado a ir para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Subúrbio. 

Os funcionários da UPA o orientaram para que o atendimento fosse feito novamente no Hospital do Subúrbio, e no dia seguinte Deivison recebeu o atendimento. Um dia após a consulta, após fazer exames, ser medicado e voltar pra casa, o jovem foi encaminhado ao Hospital Couto Maia, no Bonfim, onde foi diagnosticado com leptospirose. Na madrugada de sexta-feira, Deivison não resistiu e morreu após parada cardíaca.

Revoltados, familiares e amigos, alegando que Deivison morreu por conta de negligência no atendimento, invadiram o Hospital e levaram o caixão com o corpo do jovem, como forma de protesto. Segundo a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), o protesto foi considerado como uma "atitude criminosa".

O Hospital do Subúrbio informou que registrou ocorrência na 5ª Delegacia de Periperi, e que as imagens da invasão foram enviadas às autoridades.

Confira na íntegra a nota da Sesab 
A respeito da invasão da emergência do Hospital do Subúrbio (HS), realizada por um grupo de pessoas, na tarde de sexta-feira (14/9), tendo como motivação o óbito de D.L.B.S, 23 anos, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informa que todo o atendimento necessário foi prestado ao paciente, sempre que solicitado, no Hospital do Subúrbio (por duas vezes) e no Hospital Couto Maia.

A Sesab repudia a atitude criminosa de invasão da emergência do Hospital do Subúrbio e informa que encaminhou para as autoridades competentes as imagens registradas por diversos veículos de comunicação, no sentido de que seja feita a identificação dos invasores e que estes sejam responsabilizados legalmente por suas atitudes. Vale destacar que o ato de vandalismo, ocorrido na emergência do HS, colocou em risco a vida de inúmeras pessoas que estavam sendo atendidas naquela unidade, atentou contra a integridade física de trabalhadores no exercício de sua atividade profissional e depredou o patrimônio público. 

Ao lamentar o desfecho do caso, a Sesab se solidariza com os familiares e amigos de D.L.B.S. e se coloca ao dispor para qualquer tipo de esclarecimento. Também informa que, em caso dúvidas ou reclamações sobre o atendimento prestado ao paciente, existem instâncias legais instituídas, capazes de apurar qualquer irregularidade e identificar possíveis responsáveis.  

*Com informações do Correio. 

Leia mais:
Hospital do Subúrbio (BA) receberá certificado de acreditação da ONA



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.