home notícias Gestão
Voltar Voltar
22/11/11
Eduardo Campos anuncia R$ 170 milhões para saúde primária em Pernambuco
Estado ganhará mais dez UPAEs e serviços do Samu e atenção primária serão ampliados
Raissa Ebrahim, do Recife

Pernambuco irá ganhar mais dez Unidades de Pronto Atendimento Especialidades (UPAEs) em 2012. Através de um investimento de mais de R$ 170 milhões, o Governo do Estado irá oferecer atendimento gratuito em 14 áreas, a exemplo de cardiologia, endocrinologia, dermatologia, gastroenterologia, urologia, infectologia e nefrologia. Petrolina, no Sertão, também será beneficiada, irá receber sua primeira unidade, com urgência clínica e odontológica, por meio de um aporte de R$ 18 milhões em obras e equipamentos.

 

Na capital Recife e em Garanhuns e Caruaru, ambos no Agreste, a população poderá contar com um modelo de UPAE capaz de oferecer cirurgias de baixa complexidade, como catarata, adenóide, biópsias e retiradas de hérnias. Cada uma dessas unidades deverá receber um investimento em torno de R$ 20 milhões. Já os demais municípios do interior contemplados (Arcoverde, Palmares, Limoeiro, Ouricuri, Salgueiro e Serra Talhada) receberão, cada, R$ 16 milhões.

 

Além disso, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, também anunciou, nesta segunda (21), a expansão do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Até o final do ano que vem, todos os municípios do Estado serão cobertos pelo serviço do 192. Atualmente, apenas 38 contam com o serviço. Para isso, serão adquiridas mais 150 ambulâncias, que se somarão às 104 já existentes.

 

Hoje existem apenas três centrais do Samu em Pernambuco: Recife, Caruaru e Petrolina. A ampliação prevê uma nova central em Serra Talhada e a expansão do atendimento de Petrolina para todo o Vale do São Francisco.

 

A nova política estadual de fortalecimento da atenção primária também irá reforçar o trabalho preventivo realizado pelo Programa Saúde da Família (PSF) em especial. Em 2010, o valor repassado pelo Estado foi de R$ 4,5 milhões. Em 2012, os investimentos devem ultrapassar a marca dos R$ 30 milhões.

 

O co-financiamento da atenção primária terá, a partir de agora, três modalidades. A primeira será o piso estadual da atenção primária à saúde, com investimento de R$ 10 milhões e repassado a todos os municípios já nesta quarta-feira (23). Cerca de 60% desse valor serão destinados às 168 cidades que possuem Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) abaixo de 0,705. Já a segunda linha irá premiar municípios que batam as metas de redução de mortalidade infantil e de prevenção de algumas doenças como diabetes e hipertensão. A terceira irá contemplar profissionais de saúde envolvidos que tiveram atuação exemplar.

 

De acordo com o secretário de Saúde do Estado, Antônio Carlos Figueira, “uma equipe de PSF custa em torno de R$ 30 mil por mês. O que a União repassa é insuficiente para cobrir as despesas e obriga os municípios a gastarem mais do que os 15% previstos na Constituição”. 



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.