home notícias Gestão
Voltar Voltar
16/01/14
Sabin: Há 30 anos, empresárias comandam um dos dez maiores laboratórios do país
A afinidade das empresárias Janete Vaz e Sandra Costa, donas do Laboratórios Sabin, fez da sinergia entre ambas um ativo raro em um dos setores mais competitivos do mercado de saúde
Da redação


sandra costa e janete vaz: faturamento de R$ 217 milhões ao ano e plano de chegar a 70% dos estados brasileiros até 2020 (Foto: Alan Sampaio)

A foto acima das empresárias Sandra Costa e Janete Vaz, donas do Laboratório Sabin, retrata um modelo de sociedade que bem poderia ser personificado pela expressão “better half” –  cara metade, do inglês usual. Afinal, quando se fala do Sabin – um dos dez maiores laboratórios do país –, a imagem associada é obrigatoriamente ao rosto de suas fundadoras, juntas no negócio há impressionantes 30 anos. E o sorriso das empresárias, registro obrigatório e cada vez mais largo em suas aparições públicas, tem uma explicação. Sozinhas, elas fundaram o que para muitos já é um ponto crescente no radar competitivo de gigantes como DASA e Fleury. Com taxa de crescimento chinês – 30% ao ano – e faturamento de R$ 217 milhões anuais, o Sabin está presente em seis estados, além do Distrito Federal, possui 116 unidades e 1,8 mil colaboradores. A meta, depois de vencer o assédio de grandes consolidadores, é chegar a 70% dos estados brasileiros até 2020, o que deve incluir São Paulo e Rio de Janeiro. “Foram tantas abordagens que ficamos com medo de estar deixando passar oportunidades”, revela Janete, goiana de nascimento.

O encontro que mudaria a vida das duas aconteceu na década de 1970, quando as bioquímicas recém-formadas se tornaram colegas em um pequeno laboratório de Brasília – até hoje principal QG do Sabin. “Assim que nos conhecemos, Janete me convidou para abrir um laboratório. Passaram-se quatro anos e perguntei a ela: ‘Aquela sua ideia ainda está de pé? Essa é a hora’”, contou Sandra, uma mineira low-profile, como ela própria se define, e jogadora de golfe nas horas vagas. Não precisa nem dizer quem é a porção estratégica no negócio.
 
À Janete, entre outras atribuições, cabe ser a face institucional do negócio e que mais combina com o “Jeito Sabin de Ser”, um resumo da cultura organizacional que fez do laboratório quase um patrimônio do brasiliense. Não é raro o depoimento espontâneo de clientes que costumam dizer que se sentem em casa quando vão ao laboratório realizar seus exames. Um diferencial e tanto para um negócio que quase sempre é visto como um commodity em que geralmente o que mais pesa na escolha do paciente é a distância de sua casa para o laboratório mais próximo. Não por acaso, o Sabin é um papa-título do ranking “As Melhores Empresas para se Trabalhar”, da Você S/A. Desde que começou a participar da disputa, em 2005, o Sabin lidera a lista entre as empresas de saúde presentes na classificação. No arsenal de mimos oferecidos aos colaboradores, auxílios casamento, enxoval, escolar e até um carro de presente para quem completar 20 anos de casa. 

No divã – Crise? Elas existiram, como a que assolou o Brasil nos anos 1980, na década “perdida” que atingiu em cheio também o mercado de saúde. “Não desanimamos. Tivemos coragem, uma boa pitada de ousadia e humildade para levantar a cabeça e seguir em frente”, reconhece Sandra, que admite  ter enfrentado, no início dos negócios, o preconceito velado por estarem em um ambiente predominantemente masculino.

Na vida pessoal, casamento e filhos: meia dúzia – igualmente divididos entre elas (três cada uma). “Tinha preocupação de os meus filhos sentirem minha falta. Por isso, mais tarde, cheguei a buscar um psicólogo”, revela Janete. No divã, uma resposta freudiana, mas profética. “Ele me disse que eu seria  um bom exemplo para eles, e que, um dia, meu filhos sentiriam orgulho da mãe. E foi verdade”, confidencia a empresária. Pensando na perenidade da rede de laboratórios, Janete e Sandra preferiram não transferir a operação diretamente para os herdeiros, ainda que alguns deles estejam na área de saúde ou de finanças e tenham passado pelo Sabin. Em 2013, elas adotaram um novo modelo de governança corporativa ao criar um conselho de administração. A equipe é formada por 17 gerentes e três superintendentes, que conhecem bem a instituição. O grupo tem como presidente executiva Lídia Abdala, que já trabalha há 14 anos na empresa. 

A nova CEO, escolhida pelos próprios colegas, tem a missão de conduzir o dia-a-dia da empresa com a diretoria executiva. A estrutura, além de permitir que qualquer um dos filhos possa dar continuidade ao negócio, deu mais liberdade às empresárias para cuidar da ampliação da rede de laboratórios. “Vamos enfrentar o desafio de vivenciar o dia-a-dia do conselho de administração, observando novas possibilidades de mercado e desenhando estratégias de relacionamentos”, diz Janete. “Há mercados com enorme potencial no país”. O nível de excelência alcançado pelo Sabin as sócias fazem questão de creditar  ao domínio dos processos, qualidade técnica, inovação, sustentabilidade e muita emoção no que fazem.
  
Na academia, foram buscar know-how em gestão. Sandra é mestra em Ciências Médicas pela Universidade de Brasília (UnB) e possui MBA em Gestão de Negócios na Fundação Dom Cabral (FDC). Janete é pós-graduada em Gestão Empresarial (Universidade Castelo Branco – RJ), além de ter MBA em Gestão Empresarial, também pela FDC. “Tudo o que construímos nos últimos 30 anos precisaremos construir nos próximos sete anos”, define Janete. Divergências elas admitem que existem, como em qualquer relação. Na religião, por exemplo, ambas fizeram escolhas distintas. Sandra é católica praticante; Janete é evangélica. “Somos muito diferentes, mas iguais no respeito ao ponto de vista uma da outra”, salienta Sandra. “Seguimos na mesma diretriz com grandes valores convergentes”, emenda Janete. Ter o céu como limite, aliás, é algo que sempre as uniu. O Sabin que o diga.

Matéria publicada na revista Diagnóstico n° 23.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.