home notícias Gestão
Voltar Voltar
16/11/16
Hospitais de campo de Israel são considerados os melhores do mundo
Capaz de montar um hospital de campanha em apenas 12 horas, Força de Defesa de Israel recebeu nota máxima após avaliação de entidades humanitárias como OMS e ONU
Da redação

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Organização das Nações Unidas (ONU) reconheceram os hospitais de campo de Israel como os melhores do mundo em medicina de emergência. As entidades concederam à equipe médica da Força de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês), o status de número um do mundo. As informações são do portal The Times of Israel.

As equipes do hospital IDF são regularmente enviadas a locais onde ocorrem desastres para fornecer ajuda Em 2013, a ONU criou um conjunto de critérios para classificar as equipes médicas estrangeiras que atuam em catástrofes mundiais, numa escala de um a três. 

Em outubro deste ano, uma delegação formada por membros da OMS visitou Israel para avaliar se o IDF poderia ser, de fato, o primeiro a conquistar a categoria Tipo 3. Após a análise, a confirmação foi efetuada e Israel se tornou líder mundial em medicina de emergência e o único país a ter um hospital que recebeu a nota máxima.

Além disso, a classificação assegura que as equipes israelenses do IDF continuarão a ser as primeiras a serem permitidas em locais de catástrofes ao redor do mundo. 

"Ajudar os outros países é o tipo mais eficaz da diplomacia", disse o ministro do exterior Avigdor Liberman, após Israel enviar uma equipe para o Nepal, em abril de 2015. Na ocasião, um terremoto de magnitude 7,8 atingiu a região e soldados israelenses montaram um hospital de campo no local da tragédia em menos de 12 horas.

A equipe era composta por 122 médicos, 45 fisioterapeutas e 95 toneladas de equipamentos, o suficiente para oferecer um tratamento médico de alto nível, com 60 leitos. Calcula-se que cerca de 1.600 pacientes foram tratados, 85 cirurgias fora, realizadas e oito bebês nasceram durante a missão humanitária.

De acordo com o comandante do IDF, o tenente-coronel e médico cirurgião israelense Dr. Ofer Merin, o processo de reconhecimento do hospital das Forças de Defesas de Israel durou cerca de um ano, e tudo foi realizado meticulosamente para garantir que a unidade atendesse a todos os critérios.

Hospitais militares de campo, conforme Merin, são muito mais do que alguns médicos espalhados em um campo. "Trata-se de um 'tesouro nacional' que tem a capacidade de se organizar como um hospital avançado e permanente, montado em menos de 12 horas", disse.

Algumas das delegações médicas lideradas por Merin foram as primeiras a chegar em diversos acontecimentos trágicos ao redor do mundo, como o terremoto na Turquia, em 1999; o terremoto no Haiti, em 2010; o tufão nas Filipinas, em 2013; e, mais recentemente, o terremoto no Nepal, em 2015.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.