home notícias Gestão
Voltar Voltar
06/01/14
Hospital Sabará (SP) tem primeiro superávit operacional em 3 anos
Desde o período em que iniciou um processo de reestruturação, essa é a primeira vez que a unidade apresenta crescimento no faturamento
Da redação


Hospital Infantil Sabará, em São Paulo: Aumento de 30 leitos após a transferência da área administrativa foi apontada como um dos fatores do crescimento no faturamento (Foto: Divulgação)

O Hospital Infantil Sabará (SP), que pertence ao pediatra José Luiz Setúbal, da família fundadora do banco Itaú, fechou o ano de 2013 com superávit operacional de R$ 2 milhões. Nos últimos três anos, essa é a primeira vez, desde o período em que iniciou um processo de reestruturação, que o hospital apresenta resultados positivos. As informações são do Valor Econômico.

Em 2012, a unidade registrou déficit operacional de R$ 9,5 milhões e em 2011, ano em que o hospital tornou-se uma fundação, o déficit negativo foi de R$ 18,5 milhões. Segundo Setúbal, "na última linha do balanço ainda há prejuízo devido aos investimentos". Eduardo de Almeida Carneiro, que assumiu a presidência do Hospital Infantil Sabará em junho de 2012, acredita que em 2014 irá fechar com resultado positivo. 

Nos seis anos anteriores, Carneiro foi presidente da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) e um dos responsáveis por tirar a entidade beneficente do vermelho. Já Setúbal, que comprou o Sabará em 2005, é o presidente da Fundação José Luiz Egydio Setúbal, que reúne o hospital e o Instituto Pensi, dedicado a pesquisa e ensino em saúde infantil.

O faturamento do Sabará teve crescimento de 38% para R$ 130 milhões e uma combinação de fatores motivou a melhora no desempenho. Carneiro aponta a renegociação de contratos com operadoras de planos de saúde que estavam defasados, "da época em que o Sabará era basicamente um pronto socorro para crianças", conta. "Tivemos um aumento médio de 30% na precificação". 

Outro fator foi o aumento de 30 leitos, totalizando 136 unidades para internação, após a transferência da área administrativa para um prédio em frente ao hospital. Apesar do novo prédio ter sido entregue há apenas três anos, o Sabará já está com 85% de sua capacidade ocupada e já busca uma nova área para expandir. Carneiro afirma que há negociações com um condomínio de prédio de consultórios atrás do hospital para fazer uma ligação com o hospital.

O atual prédio do Sabará demandou R$ 50 milhões para reformas e R$ 40 milhões em equipamentos. O investimento foi feito pela gestora Pátria, que em 2013 vendeu o prédio ao North West Value Partners, grupo canadense de investimentos imobiliários.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.