home notícias Gestão
Voltar Voltar
16/04/13
Hospital Santa Izabel (BA) inaugura Instituto Baiano do Câncer (IBC)
Nova unidade permite assistência integral e dispõe de parque tecnológico completo com aceleradores lineares para tratamento de tumores com radiação
Da Redação

O Hospital Santa Izabel (HSI-BA) inaugura, no próximo dia 22, às 19 horas, o Instituo Baiano do Câncer (IBC). Com um centro de radioterapia que dispõe de parque tecnológico completo, a nova unidade concentrará as principais fases da assistência especializada e interdisciplinar ao paciente oncológico, desde as técnicas modernas de diagnóstico por imagens tridimensionais até o tratamento integralizado e a reabilitação. A partir dessa iniciativa, o Santa Izabel propiciará aos pacientes o acesso a procedimentos compatíveis aos realizados nos centros mais avançados de oncologia do país. 

De acordo com a provedora da Santa Casa de Misericórdia da Bahia, Lise Weckerle, o HSI está dando um grande avanço na área de oncologia na Bahia. “Ao expandir e qualificar serviços, captando novos investimentos para cuidar com qualidade e calor humano de cada paciente, o Hospital Santa Izabel mantém atualizada a sua secular trajetória de contribuição para o bem estar da população e da sociedade”, disse. 

Com 3.708 metros, o IBC agrega consultórios de oncologia clínica e cirurgia oncológica, radioterapia, centro de radioterapia, unidade específica de quimioterapia e sala de procedimento, e uma equipe especializada formada por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, odontólogos, psicólogos, farmacêuticos, nutricionistas, assistentes sociais, técnicos de enfermagem.

Destaque também para os aceleradores lineares de ultima geração que, em um tempo menor de tratamento, permitem a aplicação de doses precisas nas células tumorais e reduzem significativamente os prejuízos nos tecidos sadios e nas demais estruturas saudáveis do organismo.

Para o superintendente Augusto Soares, os aceleradores lineares do IBC estão habilitados para realizar modernas técnicas de tratamento oncológico, a exemplo de radioterapia guiada por imagem (IGRT), radioterapia intraoperatória, radioterapia estereotáxica e radioterapia com modulação de intensidade do feixe (IMRT), que permite doses bem reduzidas de radiação nos tumores, aumentando a chance de cura e reduzindo a níveis muito mais baixos a toxicidade e os prejuízos nos tecidos sadios.

Roberto Sá Menezes, mordomo-diretor de Saúde da Santa Casa, destaca que o atual acelerador em funcionamento no HSI, desde agosto de 2012, já supera qualquer expectativa de produção, funcionando durante cerca de 17 horas diárias, 6 dias por semana e perfazendo um percentual de atendimento de 60% para pacientes oriundos do SUS. 

“É muito importante o paciente dispor, num único lugar, de toda a estrutura para realizar o tratamento de uma doença como o câncer, desde os modernos meios para o diagnóstico e acompanhamento, assim como de equipes altamente qualificadas em diferentes especialidades para proporcionar uma assistência integral humanizada e reduzir o desconforto causado pela doença”, afirmou Menezes.

Menos efeitos colaterais - Outras práticas disponíveis na nova unidade são a radiocirurgia, procedimento que permite a intervenção minimamente invasiva em casos de difícil manejo cirúrgico ou em situações em que a cirurgia oferece riscos ao paciente, e a radioterapia tridimensional (em 3D), que possibilita uma melhor definição do volume-alvo e proteção de estruturas normais, causando menos efeito colateral e menor risco de sequelas durante o tratamento.

O diretor Técnico do HSI, Ricardo Madureira, ressalta outras vantagens que serão alcançadas a partir do funcionamento do IBC, a exemplo de maior capacidade de atendimento, menor tempo de espera para o início do tratamento e assistência integral para atender as demandas dos pacientes. 

A oncologista Lívia Andrade acrescenta que o Santa Izabel contribui com a formação, por meio de residência médica, de oncologistas clínicos e realiza pesquisas clínicas multicêntricas. “Além disso, oferecemos uma vasta gama de procedimentos de diagnóstico e acompanhamento – tomografia, ressonância magnética, PET-CT, anatomia patológica – e de tratamento, a exemplo de quimioembolização, quimioterapia intraperitonial e radioterapia”, completou.

Os atuais investimentos realizados no HSI, afirma o superintendente de Saúde da Santa Casa da Bahia, Eduardo Queiroz, estão sintonizados com a maior expectativa de vida da população e o perfil epidemiológico. Queiroz destaca ainda que o IBC se somará a estrutura assistencial do hospital, que já apresenta números expressivos na assistência em oncologia - é o segundo hospital que mais realiza procedimentos cirúrgicos oncológicos em usuários do SUS na Bahia e presta uma média de 1.400 atendimentos clínicos por mês.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.