home notícias Gestão
Voltar Voltar
14/08/14
Morte de Eduardo Campos repercute entre líderes do mercado de saúde
Dirigentes destacaram sua sensibilidade com os problemas da saúde brasileira e sua habilidade em negociar
Adalton dos Anjos

A morte do ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República pelo PSB, Eduardo Campos, repercutiu entre as principais lideranças do setor-médico hospitalar. A Anahp emitiu uma nota manifestando seu pesar pelo trágico falecimento do político e dos integrantes da sua equipe presente no voo que caiu na cidade de Santos, em São Paulo, na manhã desta quarta-feira (13).

O diretor-presidente do Hospital Santa Joana (PE), Eustácio Vieira também lamentou a morte de Campos. “É uma tragédia. É uma pessoa que o país como inteiro sentirá falta por sua coragem, destemor e vontade de acertar”, disse ao portal Diagnósticoweb. O executivo, que estava na capital paulista para participar de reuniões de negócios nesta quarta-feira, declarou que permanecerá na cidade até que o corpo seja liberado e levado para Pernambuco.

Mesmo sem ter um contato direto com o candidato do PSB, o presidente da FBH, José Aramicy, diz ter ouvido as melhores referências dos líderes da área de saúde em Pernambuco sobre os oito anos que Campos foi governador do estado. “Ele fez com que a saúde tivesse destaque em seu plano de governo. É uma grande fatalidade. Um trauma para quem apreciava sua trajetória política interrompida e até para quem não o conhecia”, lamentou. 

O dirigente ainda destacou o legado de Campos e sua habilidade como uma liderança nordestina. “Líderes não se formam da noite para o dia. Apreciava a forma que ele conseguiu cooptar Marina Silva para ser sua vice. Demonstrou ser um grande negociador”, avaliou Aramicy. “É torcer para que outra liderança apareça no Nordeste com as mesmas qualidades”.

Em nota, o presidente da Anahp, Francisco Balestrin, relatou o último encontro oficial que teve com Campos, em março. Na ocasião, o candidato recebeu o Livro Branco: Brasil Saúde 2015. “Ficamos positivamente surpresos com o conhecimento e fluência do candidato em relação aos problemas de saúde que afligem o Brasil”, afirmou em nota.

As ideias do candidato à Presidência para o setor de saúde também foram ressaltadas por Vieira. “Ele era um exemplo na área de saúde ao defender que o setor era um tecido único. Dizia que o setor público tinha que absorver do privado o que ele faz de melhor e os investimentos das empresas tinham que ser aproveitados”, relembrou. O funeral do ex-candidato à Presidência deve ocorrer na sede do governo de Pernambuco, no Recife, já o sepultamento acontecerá no cemitério Santo Amaro. A data e o horário das cerimônias ainda não foram definidas.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.