home notícias Gestão
Voltar Voltar
20/04/12
Programa desenvolvido pelo HCor reduz mortes por infarto em 20%
Desenvolvido por instituições nacionais, projeto foi colocado em prática em hospitais do SUS e acompanhou o atendimento de 1.150 pacientes
Da redação

Um programa desenvolvido por instituições brasileiras aumentou o uso de tratamentos corretos em pessoas com infarto e reduziu em 20% as mortes pela doença. As informações são do jornal "Folha de S. Paulo". O Bridge (Brazilian Intervention to Increase Evidence Usage in Practice) testou medidas simples e baratas em pacientes de hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS) e foi desenvolvido pelo Hospital do Coração (HCor) em parceria com o Instituto Brasileiro de Pesquisa Clínica.

 

O programa definiu e testou maneiras de aumentar o seguimento, por parte de médicos e enfermeiros, das recomendações de tratamento para o infarto. A equipe do projeto acompanhou 34 hospitais do SUS e 1.150 pacientes (com média de 62 anos) por oito meses.

 

"Em um mundo perfeito, todo paciente que chega com infarto no hospital deve receber uma série de remédios, como aspirina e anticoagulantes. Mas há hiatos entre a diretriz e a prática", afirmou Otávio Berwanger, diretor do projeto e do Instituto de Pesquisas do HCor.

 

A taxa de pacientes que recebem todas as terapias necessárias nos hospitais observados era de 49%. Com o projeto, a taxa foi para 67,9%."Não é que os médicos não conheçam as diretrizes ou sejam mal-intencionados. Também não é por falta de medicamentos. Mas a emergência pode estar lotada e isso torna muito fácil deixar passar algum procedimento", disse Berwanger.

 

O projeto Bridge faz parte do Proad (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde) do Ministério da Saúde, uma parceria do governo com hospitais privados considerados de excelência.

 

Helvécio Magalhães, secretário de Atenção à Saúde do ministério, disse que o conceito do Bridge deverá ser adaptado pelo SUS. "O estudo mostrou que precisamos reforçar o treinamento de pessoal e monitorar a adesão aos tratamentos. Só ter o protocolo e os remédios não quer dizer que a equipe médica aderiu", contou.

 

Os resultados do projeto foram apresentados em março na sessão principal do congresso do American College of Cardiology, em Chicago, nos EUA. No mesmo dia, a pesquisa foi publicada no "Journal of the American Medical Association".



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.