home notícias Gestão
Voltar Voltar
20/06/16
Bandidos invadem hospital no Rio para resgatar traficante e deixam um morto e dois feridos
Cerca de 15 bandidos armados invadiram o Hospital Souza Aguiar e trocaram tiros com a polícia, deixando um paciente morto e dois feridos. PM informou que sabia de invasão
Da redação

Cerca de 15 bandidos invadiram o Hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio de Janeiro, por volta das 3h da madrugada de domingo (19), colocando em risco a vida de funcionários e pacientes. A invasão tinha como objetivo o resgate de Nicolas Labre Pereira de Jesus, que estava internado na unidade desde o dia 13, após confronto com a polícia. Conhecido como Fat Family, o criminoso seria um dos chefes do tráfico de drogas no Morro Santo Amaro, no Catete, Zona Sul da cidade. Com informações do G1 e Extra.

O grupo que invadiu o hospital arremessou granadas e trocou tiros com os policiais. O paciente Ronaldo Luiz Marriel de Souza, filho de um oficial da Marinha e que estava no hospital para receber atendimento, foi baleado e morreu. Souza estava acompanhado de um amigo policial militar, que atirou contra os bandidos e também foi atingido. Além do PM, um enfermeiro da unidade também ficou ferido no confronto. Ambos estão internados. O grupo conseguiu fugir com o bandido.

De acordo com o sargento da PM, Fábio Melo, responsável pela custódia do traficante resgatado, seis traficantes o ameaçaram com fuzis e pistola enquanto os demais faziam reféns no pátio do hospital. Melo prestou socorro às vítimas depois da troca de tiros.

Aviso - Em uma coletiva no início da noite de domingo, o coronel Luiz Henrique Pires, subchefe operacional do Estado Maior da Polícia Militar do Rio de Janeiro, confirmou que a PM tinha recebido uma denúncia sobre a possível tentativa de resgate do criminoso. Conforme Pires, o policiamento foi reforçado, mas era uma informação genérica e que não detalhava a ação.

Após reunião de emergência ainda na noite deste domingo, o secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, anunciou que pedirá para que o Hospital Penitenciário Dr. Hamilton Agostinho Vieira de Castro, em Bangu, seja o único centro de referência para receber presos no estado. 

A Secretaria estadual de Segurança (Seseg) informou que o pedido será entregue ao governador em exercício, Francisco Dornelles, ainda esta semana. Caso não seja atendido, Beltrame prometeu montar um hospital de campanha no complexo de presídios de Gericinó para atender detentos durante a Olimpíada.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.