home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
14/11/12
Abimo e Abec Saúde sugerem melhorias ao sistema regulatório da Anvisa
Propostas para agilizar processos de registro e inspeção de equipamentos e produtos de saúde serão apresentadas em evento, no dia 30 de novembro, na ABEC
Da Redação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) admite que não consegue cumprir o prazo de 90 dias para a concessão dos registros de produtos da área de saúde no mercado, devido ao grande volume. A agência alega que os prazos são curtos e, ao mesmo tempo, que não pode abrir mão de exigências de qualidade e segurança. Para agilizar os processos de registro e inspeção, a Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (Abimo) e a Associação Brasileira de Empresas Certificadas em Saúde (ABEC Saúde) elaboraram um documento com novas propostas para o setor.

Jaime Cesar de Moura Oliveira, diretor da Anvisa, receberá o documento em um encontro no auditório da ABEC, em São Paulo, onde as ideias poderão ser debatidas. E no dia 05 de dezembro, o mesmo documento será apresentado ao diretor-presidente da Anvisa, Dirceu Barbano, em evento um evento na FIESP, com outras entidades do setor.

De acordo com Ruth Khairallah, presidente da ABEC Saúde, a intenção é estabelecer um diálogo e a parceria com a Anvisa para auxiliar o órgão a aprimorar as regras e torná-las mais eficientes tanto para os empresários como para a própria Anvisa. “O ponto de vista dos empresários do setor precisa ser levado em consideração. Somente assim chegaremos a um consenso em relação à forma de trabalho da Anvisa, que é tão importante para a segurança na área de saúde e, consequentemente, para a população”, completou.

De acordo com uma pesquisa realizada com os associados da ABEC Saúde, 50% dos entrevistados afirmaram que a Anvisa leva, aproximadamente, entre nove a 24 meses (dois anos) para aprovar o registro de um novo produto na área médica. Outros 36% afirmaram que o registro é concedido após espera de seis a nove meses. Apenas 9% responderam que o órgão cumpre o prazo de três meses, previsto na lei. Outros 5% exemplificaram casos que não se encaixava em nenhuma das alternativas anteriores.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.