home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
05/12/12
Americana UnitedHealth prevê expansão acelerada
Executivos acreditam que reforma do setor de saúde nos EUA trará novas oportunidades de negócios e presença da operadora no Brasil poderá estimular o mercado local
Da Redação

No momento em que a UnitedHealth, uma das maiores operadoras do mercado americano de planos de saúde, anunciou projeções de lucro abaixo das previsões do mercado para 2013, a compra da brasileira Amil passou a ser vista, segundo alguns executivos da empresa, como a grande oportunidade de continuar a crescer a um ritmo acelerado nos próximos anos. 

A compra da Amil, realizada em outubro, já foi aprovada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Segundo o vice-presidente-executivo da UnitedHealth, David Wichmann, “a oportunidade na América Latina é similar à oportunidade que tivemos nos Estados Unidos há 20 anos. Esperamos que os mercados brasileiro e latino-americano tenham um crescimento ainda mais rápido do que o americano”, disse, em reunião anual com investidores e analistas, em Nova York.

Após três anos de negociações, a aquisição da Amil – que fechou a venda de 90% do seu capital à UnitedHealth – foi avaliada em R$ 9,8 bilhões. Foi também considerada a maior transação na área da saúde brasileira e marcou a entrada da gigante americana no país. Desse montante, aproximadamente R$ 6,5 bilhões foram divididos entre o fundador da Amil, Edson Bueno, e sua ex-esposa Dulce Pugliese, que até então detinham 70% da companhia, e agora ficam com 10% do capital por pelo menos cinco anos.

Projeções – Há uma expectativa de que o mercado de trabalho nos Estados Unidos não ofereça taxas de expansão significativas. Para 2013, a sensação é de que o país permanecerá com um clima fraco para os negócios. A criação de novos empregos deverá ser lenta e haverá também certa relutância por parte das empresas em oferecer seguro de saúde aos trabalhadores.

Segundo Wichmann, isso torna o Brasil uma das melhores oportunidades no setor de planos de saúde, principalmente devido às estatísticas do país, que mostram baixa penetração de assistência médica gerenciada e acelerado crescimento da classe média. “Um país que teve o crescimento do PIB per capita próximo a 15% ao ano, pelos últimos 10 anos, com os gastos com planos de saúde indo para uma taxa em torno de 20%”, lembrou o vice-presidente-executivo da UnitedHealth.

Wichmann também lembrou da estrutura precária dos planos de saúde no Brasil. O número de operadoras no mercado brasileiro é cerca de quatro vezes mais do que nos EUA. Segundo o executivo, a posição da UnitedHealth no país pode render uma base ainda maior de crescimento.

Apesar do ritmo lento da economia americana, segundo o presidente da UnitedHealth, Stephen Hemsley, a empresa considera o projeto de reforma do presidente Barack Obama para o setor de saúde – o "Affordable Care Act", apelidado de Obamacare –, como uma grande oportunidade de negócios. Com a lei, o Presidente tenta modificar a lei existente, que foi aprovada em 2010.

Segundo Hemsley, a expectativa é de que o Obamacare gere benefícios subsidiados pelo governo para algo entre 15 e 18 milhões de americanos a partir de 2014. Para 2013, a United projeta um lucro por ação entre US$ 5,25 e US$ 5,50, com receita de US$ 123 bilhões a US$ 124 bilhões. 

Jonathan Gruber, ex-consultor do setor de saúde do governo Obama e um dos que ajudaram a criar o Obamacare, afirmou que a nova lei fará com que o setor privado seja beneficiado. Primeiro, porque haverá mais americanos, clientes das seguradoras, aptos a pagar taxas mais elevadas e pagando suas contas. O contrário do que vem acontecendo com os clientes não segurados.

Segundo Gruber, o sistema americano é quase exatamente 50% privado e 50% público, então é preciso haver um papel para ambos na continuidade da reforma da lei. "Acredito que ela tenta balancear isso. Por exemplo, no crescimento de cobertura de seguro, cerca de 50% vem via Medicaid, que é o programa público, e 50% vem por via privada, expandindo as seguradoras privadas" disse.

*Fonte: Valor Econômico

Leia mais:



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.