home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
09/03/16
ANS publica dados relativos ao último trimestre de 2015
Segundo especialistas, números apresentam com clareza os efeitos da crise econômica no setor. Segmento perdeu 766 mil beneficiários de planos privados por cobertura assistencial de dezembro de 2014 a dezembro de 2015
Da redação

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou, na segunda-feira (07), dados do setor de saúde suplementar referentes ao último trimestre de 2015. As informações foram publicadas no portal da agência na internet. Os números dizem respeito à evolução do número de beneficiários, operadoras e planos de saúde, além das demandas de consumidores com relação a pedidos de informações e registros de reclamações feitos através dos canais de atendimento da entidade. Com informações da ANS.

Os números atualizados, podem ser acessados através do Tabnet, ferramenta de dados agregados à saúde suplementar. Com ele podem ser realizados vários tipos de consultas, gerando tabelas específicas que detalham a evolução do mercado. A ferramenta, segundo a ANS, "garante transparência na divulgação de informações do setor, em consonância com a finalidade institucional de promover a defesa do interesse público na assistência suplementar à saúde".

Quarto trimestre – Conforme a agência, em dezembro de 2015, o setor registrou 49.730.405 beneficiários em planos de assistência médica em todo o país, número um pouco inferior ao verificado no mês de setembro, que foi de 49.971.857 beneficiários. 

Desses, 33,1 milhões estão em planos coletivo empresarial; 9,6 milhões na modalidade individual/familiar; e 6,6 milhões em coletivos por adesão. Em dezembro, o setor registrou 1.340 operadoras de planos de saúde com registro ativo, sendo 1.156 com beneficiários. Estes dados estão atualizados até fevereiro de 2016.

Veja abaixo a tabela com a evolução do número de beneficiários em planos de assistência médica de dezembro de 2014 a dezembro de 2015, por trimestre:


NÚMERO DE BENEFICIÁRIOS EM PLANOS DE ASSISTÊNCIA MÉDICA NO BRASIL

Tipo de contrataçãodezembro de 2014março de 2015junho de 2015setembro de 2015dezembro de 2015
Total                   50.496.436       50.274.314      50.285.191      49.971.857         49.730.405
Individual ou familiar 9.830.705        
9.796.273        
9.804.462      
9.763.382          
9.672.134
Coletivo empresarial33.528.265       33.384.731       33.384.238     33.274.543         33.123.445
Coletivo por adesão6.754.192        6.745.344        6.762.450      6.614.042          6.625.478
Coletivo não identificado10.160           10.262           9.467          9.361               9.153
Não informado373.114         337.704          324.574        310.529            300.195
*Fonte: Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)

ESPECIALISTAS ANALISAM DESAFIOS DO SETOR DIANTE DO CENÁRIO ECONÔMICO BRASILEIRO

“Hoje, o maior desafio para os planos de saúde é manter condições de atendimento para não perder mais beneficiários e ao mesmo tempo lidar com as normas e regulações de reajuste do setor, garantindo o equilíbrio de sua receita. Não podemos esquecer que a diminuição de atendimentos feitos pelo sistema privado tem impacto direto no SUS e o desequilíbrio neste setor traz impactos para todos”, afirma Ricardo Ramires Filho, advogado especialista em direito da saúde e sócio da Dagoberto Advogados.

Segundo o especialista, a tendência, em um cenário de crise, é de queda evidente de receita obtida pelas operadoras, obrigando-as a traçarem novas estratégias para lidar com a sinistralidade (custo e despesas sobre o faturamento), sem prejudicar os contratos existentes. 

Em outro relatório, a Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge) demonstra que o mercado apresenta sinais de enfraquecimento desde janeiro de 2014, atribuído a fatores como a deterioração das expectativas econômicas, com previsão de resultado negativo para o PIB da ordem de 1,2% em 2016; o aumento do desemprego; a elevada taxa de inflação; a perda de renda da população; e a redução do consumo e do investimento.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.