home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
21/05/12
Assistência domiciliar é futuro da medicina, diz consultoria
Especialistas mostram como o “terceiro lugar” – casa ou onde o paciente estiver- vai se tornar o principal local de prática da medicina assistencial
Da redação

O envelhecimento da população mundial é cada vez maior e com isso cada vez mais pessoas precisam de assistência médica. Para um grupo de especialistas da Ernst & Young, consultoria internacional, a conta não vai fechar se a medicina continuar a ser praticada em consultórios e hospitais. As informações são do jornal "Folha de S. Paulo".

 

A análise da consultoria, que atende empresas interessadas em saber para onde vai caminhar o mercado de medicina, fala que uma parte importante da assistência médica no futuro será realizado no que a E&Y chamou de "terceiro lugar".

 

O terceiro lugar seria a casa do paciente, por exemplo. Em casos de pacientes que tem doenças crônicas, como diabetes e problemas respiratórios, esse terceiro lugar pode ser onde ele estiver. As novas tecnologias na área de assistência remota.

 

"Hoje, 75% dos custos de assistência médica vêm de doenças crônicas e número tende a aumentar. Esses pacientes não precisam estar no hospital, mas necessitam de acompanhamento", explicou Glen Giovannetti, um dos coordenadores do estudo.

 

Segundos os autores do estudo, essa ideia é uma espécie de renovação do conceito de "médico da família". "Só que o médico ficará acessível por novas maneiras. Isso causará uma mudança de comportamento do médico e do paciente", disse Patrick Flochel, da Ernst & Young.

 

Em entrevista à "Folha", o médico Chao Lung Wen, professor de telemedicina da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), disse que esse tipo de monitoramento remoto vai reforçar os vínculos do paciente com os profissionais de saúde.

 

"Mais de 50% dos tratamentos falham porque as pessoas não entendem como usar o medicamento. Muita gente abre cápsulas de remédio em vez de engolir, o que pode impedir a absorção da droga. A tecnologia vai ajudar a reforçar a compreensão do que foi passado pelo médico", afirmou Wen.

 

O médico e professor da USP é um dos organizadores de um seminário sobre saúde digital e "home care" que será realizado nesta segunda (21) e quarta-feira (23) na Feira Hospitalar, que acontece no Expo Center Norte, em São Paulo.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.