home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
10/06/16
Associadas à Abimo participam de feira médica na África do Sul
Essa é a quarta participação da comitiva brasileira, quando 11 empresas formarão o pavilhão: Baumer, Carci, DFV, Drillermed, Engimplan, Exxomed, Fanem, Hpbio, Ibramed, Loktal e Olide
Da redação

Empresas associadas à Abimo (Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios) e que fazem parte do projeto Brazilian Health Devices, executado pela entidade em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), estarão presentes em Johanesburgo, África do Sul, entre os dias 8 e 10 de junho para participação na Africa Health, principal congresso e feira da área da saúde da região da África Subsaariana. 

Essa é a quarta participação da comitiva brasileira, quando 11 empresas formarão o pavilhão: Baumer, Carci, DFV, Drillermed, Engimplan, Exxomed, Fanem, Hpbio, Ibramed, Loktal e Olidef. A região é mercado-alvo para as empresas associadas ao BHD. “O objetivo é reforçar a promoção comercial realizada na feira e atrair mais distribuidores ao Pavilhão Brasileiro, possibilitando, assim, melhores resultados práticos para as empresas participantes do evento”, explica a coordenadora de promoção comercial da ABIMO, Laísa França.

Milhares de novos produtos de saúde, equipamentos e serviços serão apresentados por mais de 500 empresas expositoras. A Africa Health oferece oportunidade para que os visitantes apreciem as recentes tecnologias em exposição.

Associados
A Olidef, empresa que desenvolve, produz e comercializa equipamentos médico-hospitalares dedicados a hospitais e clínicas, levará para a feira o Bilirrubinômetro com nova tecnologia – totalmente desenvolvido e fabricado no Brasil. O analisador de bilirrubina conta com características inéditas no mercado mundial, pois reúne em um único equipamento um fotômetro para análise da taxa da bilirrubina e uma microcentrífuga. “Levaremos também nosso produto principal, a incubadora Line 4 para cuidados intensivos de recém-nascidos”, disse Hakim Harabida, responsável pela área de Oriente Médio e África da Olidef.

Harabida explicou ainda que o setor de saúde na África cresce de maneira sustentável há anos, com investimentos cada vez maiores dos governos. Vários países estão na fase de implantação de sistema universal de saúde, como Gana, onde 54% da população já tem cobertura. “Relatórios apontam que, até 2022, a maioria da população na África será coberta por algum tipo de plano de saúde, público ou privado. Isso está gerando demanda de produtos e know-how”, reforçou. 

Diante desse cenário, a Olidef com sua inovação e tecnologia de incubadoras para recém-nascidos e outros produtos está bem posicionada para atender à demanda. “Nossa presença na Africa Health visa a fechar negócios, claro, mas queremos antes de tudo ouvir distribuidores locais e hospitais sobre suas necessidades e objetivos, e como a Olidef pode ajudar alcançá-los”.

Essa será a primeira vez que a Engimplan participará da feira. “Esperamos realizar uma ótima apresentação dos produtos e prospectar no mercado africano em geral, visando oportunidades comerciais e parcerias”, enfatizou Letícia Nigro Leme, diretora geral. A empresa lançará a linha de Trauma Bloqueado e apresentará uma linha completa de buco-maxilo, coluna, âncoras de sutura, ortopedia, entre outros produtos.

“A feira Africa Health é uma excelente oportunidade para entrarmos no mercado africano. E a visita anual à feira com certeza fortalece a marca de cada empresa desse setor”, enfatizou a diretora da empresa, destacando ainda que a companhia pretende aumentar o faturamento em 5%.

Negócios - Na edição de 2015, a feira contou com 500 expositores, cerca de 7 mil visitantes e 6 mil m² de exposição. Foram realizados 267 contatos comerciais de países como África do Sul, Alemanha, Angola, Botswana, Brasil, Congo, Coreia, Egito, Etiópia, Gana, Índia, Kuwait, Lesoto, Líbia, Malavi, Moçambique, Namíbia, Nigéria, Portugal, Quênia, Senegal, Sudão, Suazilândia, Tanzânia, Tunísia, Turquia, Uganda, Zâmbia e Zimbábue. O evento gerou mais de US$ 2 milhões em expectativa de negócios provenientes dos contatos da feira a serem concretizados em 12 meses. 



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.