home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
13/12/12
Aumenta número de planos de saúde com boa avaliação
Segundo Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS), divulgado pelo Ministério da Saúde, 53% das operadoras ficaram nas duas melhores faixas de pontuação
Da Redação

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, e o diretor presidente interino da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), André Longo, apresentaram, na manhã desta quinta-feira (13), o resultado do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS). O estudo mostrou um aumento de 53% no número de operadoras de planos de saúde consideradas “boas” ou “muito boas”. Das 1.239 empresas avaliadas, 735 foram classificadas nos dois melhores níveis de pontuação. 

Em 2011, o número de operadoras com esta classificação foi de 485. O estudo apontou também que o número de empresas classificadas com serviço ruim ou péssimo sofreu, em um ano, redução de 86%. Ou seja, de 383 para 54 operadoras. O estudo compõe o Programa de Qualificação das Operadoras 2012.

O balanço, que avalia quatro aspectos – atenção à saúde, preços, estrutura e satisfação dos usuários –, classificou as operadoras em cinco categorias: muito ruim (0,00 a 0,19); ruim (0,20 a 0,39); regular (0,40 a 0,59); bom (0,60 a 0,79); e muito bom (0,80 a 1). 

Para avaliar a satisfação com o serviço, no próximo ano a ANS fará pesquisas diretas com os beneficiários dos planos de saúde. Atualmente, esse quesito é medido indiretamente, através do índice de reclamações apresentados pelas operadoras.

Inicialmente, a pesquisa não será obrigatória e, consequentemente, as operadoras que não realizarem o procedimento não serão punidas. A própria ANS criou um questionário e os respondentes selecionados de cada operadora. A pesquisa será conduzida pelos planos de saúde, que deverão entregar à agência o resultado das entrevistas. Os dados serão divulgados no mês de maio. De acordo com o diretor da ANS, André Longo, a agência está caminhando no sentido de avaliar melhor a impressão do consumidor. 

Prazos - No início desta semana, o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) divulgou outra pesquisa sobre planos de saúde e mostrou que oito, entre as nove maiores operadoras com atuação em São Paulo, não cumprem os prazos máximos para marcação de consultas estabelecidos pela ANS.

A ANS, através de uma resolução de dezembro de 2011, fixou o prazo máximo para a marcação de consultas, realização de exames e cirurgias. Em relação às consultas básicas, como pediatria, ginecologia e obstetrícia, o prazo máximo é de sete dias, descontado o dia em que a marcação foi realizada; dez dias para nutricionista, e para as outras especialidades, como endocrinologia, 14 dias. 

A agência avalia periodicamente o cumprimento dos prazos desde que a norma entrou em vigor. As empresas com atraso são punidas com a suspensão de vendas e aplicação de multas. Em outubro, 38 operadoras foram proibidas de oferecer 301 planos. 

Confira na tabela abaixo os planos de saúde que conseguiram as notas mais altas:

OperadoraResultado do IDSSClassificação
Unimed Santa Catarina0,8139Muito bom
São Francisco Clínicas0,801Muito bom
Unimed Goiânia0,7945Bom
Unimed São José do Rio Preto0,7991Bom
Seguros Unimed 0,791Bom
Central Nacional Unimed0,7848Bom
Bradesco Saúde 0,7803Bom
Amil0,7793Bom
Unimed Porto Alegre0,7692Bom
Notre Dame 0,7634Bom
Unimed Divinópolis0,7614Bom
Sul América Seguro Saúde S/A0,7563Bom
Golden Cross0,7479Bom
São Francisco Saúde0,7441Bom
Mediservice0,7408Bom
Santa Helena Saúde0,7384Bom

*Com informações do UOL, Exame e da ANS. 

Leia mais: 
>> São Paulo: Planos descumprem prazos máximos para marcação de consultas



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.