home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
13/03/17
Baianos descobrem e aderem às clínicas em farmácias
Já é possível agendar serviços regulamentados pela Anvisa em 33 estabelecimentos farmacêuticos de 28 municípios
Da redação

Os baianos estão descobrindo um novo serviço quando visitam as principais redes de farmácias do estado. A exemplo do que ocorre em países como Canadá, Estados Unidos ou Inglaterra, a população vem se deparando com postos de atendimento e de orientações clínicas em salas dentro das próprias lojas.

Hoje, em 33 estabelecimentos farmacêuticos de 28 municípios é possível agendar serviços já regulamentados pela Anvisa e Lei n° 13.021/2014. Pode-se fazer uma revisão de medicamentos, ter acompanhamento do tratamento prescrito pelo médico, checar o nível do diabetes e hipertensão ou receber informações de como regular o nível do colesterol no sangue. E o que é melhor, todos os serviços com preços acessíveis à população.

Segundo a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), as clínicas em farmácias já estão presentes em todos os estados brasileiros. Hoje são 595 salas de atendimento personalizado espalhadas por 140 municípios. O programa tem a adesão de 20 das maiores redes do varejo farmacêutico nacional e, até o fim do ano, as projeções indicam a existência de cerca de 800 clínicas do gênero no país.

“O serviço de assistência farmacêutica não substitui o médico, funciona como um elemento complementar para orientar e garantir maior adesão ao tratamento”, afirma Sérgio Mena Barreto, presidente executivo da Abrafarma. “Trata-se de uma iniciativa que pode mudar a face da saúde brasileira. O serviço tem tido boa receptividade da população e as drogarias têm na assistência farmacêutica a possibilidade de fidelizar clientes”, acrescenta.

Pesquisa do Ibope Inteligência indica que apenas 53% dos pacientes brasileiros não seguem corretamente os procedimentos indicados por seus médicos. O levantamento mostra ainda que 48% pedem ajuda do farmacêutico sobre a melhor forma de organizar a medicação prescrita e 22% não concluem o tratamento. Além disso, 20% dos entrevistados declararam possuir alguma doença crônica. A hipertensão e o diabetes são os males mais comuns, incidindo sobre 37% e 24% dos pacientes, respectivamente. 

Sobre a Abrafarma

Fundada em 1991, a Abrafarma reúne as 27 maiores redes de farmácias do País, que contam com 6.409 lojas em todos os estados brasileiros e Distrito Federal. As redes associadas representam 44% das vendas de medicamentos no País, tendo realizado mais de 830 milhões de atendimentos em 2016, com vendas totais de R$ 39,4 bilhões. A associação tem como objetivo o aprimoramento das empresas filiadas, a preservação da imagem institucional, o relacionamento com entidades públicas, governo e fornecedores, além de apoio jurídico e pesquisa de mercado para o aperfeiçoamento das atividades.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.