home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
28/07/17
Brasil ganha primeira filial da SoPE – Society of Physician Entrepreneurs
Entidade está presente em 21 estados nos EUA, além de Turquia, China e Emirados Árabes
Mara Rocha


O Brasil acaba de ganhar a primeira filial da SoPE (Society of Physician Entrepreneurs), entidade sem fins-lucrativos, fundada nos Estados Unidos em 2011 com o objetivo de estimular o empreendedorismo, pesquisa e desenvolvimento médico em todo o mundo, além do surgimento de novas lideranças empresariais na saúde. Pioneira na América Latina, a SoPE Salvador – uma iniciativa do Grupo Criarmed – foi apresentada durante jantar só para convidados, realizado na capital baiana, na última quinta-feira (27). Na ocasião, médicos empresários de sucesso no mercado da saúde na Bahia participaram de um talkshow, onde compartilharam suas experiências como empreendedores (veja as fotos do evento). Além dos EUA, onde possui 21 filiais, a SoPE está presente na Turquia, China e Emirados Árabes.


“A SoPE Salvador vai fornecer ferramentas de capacitação em gestão e empreendedorismo, além de garantir a criação de um networking local, nacional e internacional no mercado da saúde”, afirma o chapter leader da primeira filial brasileira, o anestesiologista e empresário Marco Delazzo, referindo-se aos meetings que serão realizados pela sociedade, rede de contatos e ferramentas online da instituição.  “Nosso objetivo é, em breve, estimular o surgimento de outras unidade da SoPE no Brasil, em estados estratégicos, a exemplo de São Paulo e Rio de Janeiro”, destaca o CEO do Grupo Criarmed, Reinaldo Braga.


Ele explica que a escolha por Salvador para sediar o primeiro capítulo da entidade se deve a uma prerrogativa da matriz norte-americana, que exige a criação das filiais nas cidades em que vivem os seus fundadores. “Salvador é também cercada por simbolismos, por sediar a primeira faculdade de medicina do Brasil, além de ser a terra natal de grandes nomes da saúde nacional, a exemplo do médico Oscar Freire – homenageado em São Paulo com uma das principais avenidas da cidade em seu nome – e o cientista de renome internacional Elsimar Coutinho”, completa Braga. “Vale lembrar que, apesar do nome, podem se filiar à SoPE engenheiros, acadêmicos, administradores e demais profissionais que almejem contribuir com a saúde do nosso país, seja como empreendedor ou como estudioso do assunto”, lembra Delazzo. “Em breve, vamos dar início ao processo de cadastramento dos associados interessados em fazer parte da SoPE”. 


Italiano residente no Brasil há dez anos, Delazzo vive em Salvador, na Bahia, onde é sócio-fundador da Clínica Baiana de Controle da Dor (CBCDor) e coordenador do Serviço de Anestesiologia do Hospital Geral Ernesto Simões. Antes de se estabelecer no Brasil, trabalhou em hospitais na Itália, França e Inglaterra. Para ele, a SoPE vai preencher uma lacuna formativa que é percebida globalmente. “Há um sentimento comum entre os médicos em todo o mundo de falha na formação acadêmica, por não receberem noções nem do que é gerir um consultório médico”, lamenta o executivo.


Início em Salvador 
CEO do Grupo Criarmed, Braga é idealizador do Fórum Médicos S/A – Expoclínicas e criador do Movimento pela Ética na Saúde, deflagrado em março de 2014, que deu origem ao evento Hospitais Compliance – mais importante fórum de compliance da saúde brasileira. “Durante esse primeiro ano de fundação da SoPE Salvador, vamos desenvolver as atividades pertinentes à entidade no país, com o intuito de desenvolver expertise para as novas unidades Brasil afora”, afirma o executivo.


Para o chapter administrator da entidade, o especialista em Comunicação e Direito Filipe Sousa, a SoPE Salvador vai disponibilizar os instrumentos necessários para a geração de negócios promissores em todo o país. “A Sociedade de Médicos Empreendedores vai conectar idealizadores de projetos e seus possíveis executores, favorecendo, portanto, a concretização de novos projetos no mercado nacional”, afirma Sousa, que é português radicado há sete anos em Salvador.


Divisor de águas
A criação da SoPE Salvador vai impactar no empreendedorismo médico nacional, segundo empresários do setor. “Acredito que vai ser um divisor de águas no futuro dos novos empreendedores, por ser uma organização pensada para integrar o conhecimento de pessoas experientes com jovens médicos, detentores da veia empreendedora para a construção de parcerias”, declara Gileno Portugal, diretor executivo do Grupo Meddi, maior rede de diagnóstico por imagem do Nordeste com capital 100% baiano.


Sócia-fundadora do Instituto de Olhos Freitas, uma das principais clínicas de oftalmologia baianas que no ano passado foi adquirida pelo Grupo Pátria, a médica Mônica Freitas acredita que a SoPE Salvador terá importante papel na formação do médico empreendedor brasileiro. “É fundamental que esses profissionais aprendam a empreender e sejam estimulados ao networking para estabelecer uma linha de comunicação e aprendizado com seus pares e outras pessoas com interesses comuns, que é a proposta da SoPE”, avalia a empresária.


Diretor médico executivo da Assiste Vida, empresa de atenção domiciliar presente em toda a Bahia, Leonardo Salgado vê com grande expectativa a criação da entidade. “O mercado brasileiro é extremamente carente de fóruns de discussão e de desenvolvimento de conhecimento na área de gestão e empreendedorismo médico. Ter a possibilidade de aprender e discutir com outros médicos vai ser fundamental para o desenvolvimento desse setor”, acredita.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.