home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
03/11/11
Ceará ultrapassa a marca dos mil transplantes em 2011
Estado possui maior número de transplantes de fígado por milhão do país
Da redação

Nesta semana, o Ceará superou, pela primeira vez, a marca dos mil transplantes realizados em um ano. Até terça-feira, dia 1º de novembro, o estado tinha realizado 1.037 transplantes só em 2011, cerca de 20% a mais do que os 872 transplantes feitos em 2010. Este é o quinto ano consecutivo que o Ceará bate recorde nesse tipo de procedimento. Em comemoração ao novo marco, a Secretaria da Saúde do Estado promove nesta quinta-feira, dia 3, evento em homenagem às instituições e profissionais que atuam no processo de doação e transplante no Ceará. Na ocasião, serão entregues condecorações em forma de laço verde – símbolo mundial das campanhas de doação de órgãos – e certificados de reconhecimento aos homenageados.

 

O Ceará já figura, há dois meses, como o primeiro colocado no Registro Brasileiro de Transplantes (RBT) da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO). O estado nordestino realizou 77 transplantes de fígado no primeiro semestre, registrando 18,2 transplantes por milhão de habitantes. No mesmo período, São Paulo e Minas Gerais apareceram em segundo e terceiro colocados pela ABTO, com respectivamente 16,5 e 16 transplantes por milhão de habitantes. 

 

Novos recordes também em transplantes de córnea, coração, valva cardíaca e pâncreas no estado. Segundo levantamento da Central de Transplantes da Secretaria da Saúde, até 1° de novembro foram 625 transplantes de córnea, contra 460 em 2010; 20 de coração, contra 16 no ano passado; 11 de valva cardíaca, sendo uma a mais que no ano anterior; e sete de pâncreas, contra os seis registrados em 2010. Também foram realizados 218 transplantes de rim, nove de esclera e 13 de medula óssea. Em 2011, o estado passou a realizar ainda transplante de pulmão no Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM), única unidade do Ceará habilitada pelo Ministério da Saúde para esse procedimento.

 

Entre 2010 e 2011, o Ceará já tinha avançado uma posição no ranking nacional de doadores efetivos, com o terceiro lugar no Brasil. Só no primeiro semestre deste ano, o estado tinha registrado 16,8 por milhão de pessoas, ficando atrás apenas de Santa Catarina, com 25,6 pmp/ano, e São Paulo, com um índice de 20,2 /ano. No segundo semestre, o governo do estado lançou a campanha “Doar transforma. Doe órgãos e ajude a transformar esperança em vida”, visando sensibilizar ainda mais a população cearense. Atualmente, no Ceará, existem 921 pacientes à espera de doações de órgãos ou tecidos – 515 por córnea, 210 por rim, 13 por coração, 141 por fígado, 3 por pâncreas, 2 por pulmão e 37 por medula óssea.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.