home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
28/02/12
Combinação de medicamentos é nova estratégia contra o câncer
Estudo mostra que ministrar simultaneamente duas drogas que deixaram de fazer efeito num paciente elimina a resistência do organismo a ambas
Da redação

Um estudo realizado pelos espanhóis do Instituto de Oncologia Vall d’Hebron e publicado no “Journal of Clinical Oncology” mostra que ministrar a um paciente a combinação de duas drogas que chegaram a funcionar para ele, mas depois deixaram de surtir efeito, pode eliminar a resistência de seu organismo a ambas e potencializar sua eficácia. Além disso, essa se tornaria uma terceira possibilidade de tratamento, inclusive para casos em estágio avançado, como tumores com metástase. As informações são do Portal O Globo.

 

“A novidade não está na combinação de drogas em si, mas na combinação de duas drogas que já haviam sido ministradas anteriormente e depois falharam”, explica o médico Javier Cortés, líder do programa contra o câncer de mama do Vall d’Hebron e principal autor do trabalho. Segundo Cortés, o estudo focou no HER-2 positivo (uma forma agressiva de câncer de mama), mas o conceito pode ser aplicado ao tratamento de outros tumores.

 

O câncer de mama é frequente, sobretudo em mulheres ocidentais. Mesmo com a realização periódica de mamografias, que tem reduzido o número de mortes pela doença, ainda são muitos os casos de tumores agressivos, 15% deles são HER-2 positivo, que afeta sobretudo as mulheres jovens.

 

“Quando um paciente com este tipo de câncer de mama para de responder à droga ministrada inicialmente e a doença progride, uma segunda droga é administrada. O que nós descobrimos é que, quando combinamos duas drogas que deixaram de fazer efeito individualmente, elas são eficazes em quase 50% dos tumores, fazendo o paciente melhorar claramente ou estabilizando a doença por um longo período de tempo”, conclui Cortés.

 

Para o estudo, os medicamentos combinados foram trastuzumabe, a primeira opção nos casos do câncer de mama HER-2 positivo, e a pertuzumabe, que tem sido bem-sucedida em testes clínicos e ainda está para ser aprovada.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.