home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
13/01/14
Fundos de investimento disputam controle do Fleury
Gávea Investimentos e Carlyle, avaliam a empresa, que está sendo assessorada pelo banco JP Morgan
Da redação

São Paulo - A decisão de um grupo de 24 médicos de vender o controle do laboratório Fleury acirrou a disputa pelo negócio e, segundo fontes do setor, os interessados são muitos. Fundos como a Gávea Investimentos e Carlyle avaliam a empresa, que está sendo assessorada pelo banco JP Morgan. As informações são do Estado de S. Paulo.

Além desses dois nomes, outro fundo americano - o KKR - e laboratórios estrangeiros, que está de olho no crescimento do setor de saúde no país, também estão de olho no Fleury. A movimentação seria um problema para o Bradesco Seguros, que já é sócia do empreendimento e tem todo o interesse de ser controladora do negócio, dizem fontes. 

A seguradora, que pretende aumentar a sua fatia no Fleury, estaria insatisfeita com o preço pedido pelos controladores e por isso as negociações estão cozinhando, desde novembro. De acordo com uma fonte, a impressão é que eles (controladores) estão esperando uma proposta melhor da Bradesco Seguros?. Procurados, Bradesco Seguros e Fleury não comentam o assunto.

Entre os fundos, a impressão é que as negociações não estão fáceis. A Core Participações, que reúne os médicos sócios do laboratório, oficializou o processo de venda do Fleury, que era alvo de rumores há tempos, há quase dois meses. "?Tudo está andando mais devagar do que a gente imaginava a princípio?", disse o diretor de um dos fundos. "?Mas continuamos interessados?", completou. 

Ainda segundo as fontes do mercado, as conversas com a Gávea Investimentos, reveladas pela imprensa em dezembro, também não teriam caminhado muito até agora. Isso porque os acionistas do Fleury tinham reservas em abrir seus dados financeiros para o fundo, que de certa forma é seu concorrente - a gestora é sócia do laboratório mineiro Hermes Pardini. Nos bastidores, questionava-se também o uso do Hermes Pardini como plataforma para a compra do Fleury, que tem um porte bem maior.

A venda do Fleury poderia ser justificada pela intenção de sofisticar a entrega da empresa, cuja receita atualmente está quase que totalmente baseada em repasses de planos de saúde.

A companhia, que já é dona de uma marca premium - a Labs D?Or - teria a intenção de migrar de área, com a incorporação de outros serviços médicos, além dos diagnósticos. No mercado, comenta-se que suas marcas seriam fortes o suficiente para esse movimento.

O setor de saúde, um mercado em processo de concentração, atrai diversos investidores ao Brasil. Além do interesse em laboratórios de análise, investidores estão de olho em hospitais e operadoras de planos de saúde, uma vez que o aumento de renda da classe C tem gerado demanda maior por esse serviço?, disse outra fonte. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia mais:
>> Por que os sócios decidiram vender o Fleury só agora?
>> Após negociações, Grupo Fleury avalia fundos de private equities



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.