home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
10/12/13
Gasto com profissionais chega a 90% em Saúde da Família
Estudo do Ipea mostra que o gasto do pessoal de saúde representam entre 60% e 90% dos custos totais da atenção básica
Da redação

Brasília - O principal componente dos custos de uma unidade do Programa Saúde da Família é a remuneração dos médicos, segundo uma pesquisa apresentada nesta segunda-feira (09) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O estudo revela ainda que o gasto com profissionais de saúde representam entre 60% e 90% dos custos totais da atenção básica. As informações são do Estado de S. Paulo.

Segundo o Ipea, com base na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), levantamento feito pelo Ministério do Trabalho junto aos empregadores, a remuneração total dos médicos de uma equipe, em média, chega a R$ 18 mil por 40 horas semanais de trabalho. Os valores, no entanto, variam de R$ 16,2 mil, na região Nordeste, a R$ 25,6 mil no Centro-Oeste.

O levantamento faz parte de uma pesquisa que pretende estimar as necessidades de financiamento da saúde pública e avaliar os custos das equipes de saúde bucal. Nesses casos, o valor médio fica entre R$ 6 mil R$ 7 mil, dependendo do tipo de equipe. Os valores não levam em conta encargos trabalhistas. Se forem acrescentados, o custo de recursos humanos chega a R$ 24,4 mil para as equipes de saúde da família e entre R$ 7,9 mil e R$ 9,2 mil para Saúde Bucal.

Ainda de acordo com o levantamento, a remuneração média dos médicos nas equipes do PSF seria de R$ 8,3 mil, ou em torno de R$ 56,60 por hora. Não há, segundo a pesquisa, uma relação entre o tamanho e a população dos municípios e os salários oferecidos aos profissionais. O levantamento mostra, entretanto, que apenas 40% deles têm apenas um vínculo formal de trabalho - ou seja, a maioria trabalha em mais de um posto, o que eleva a remuneração.

A pesquisa também calcula os repasses federais para implantação e manutenção das equipes de Saúde da Família e Saúde Bucal - lembrando que os custos são divididos entre União, Estados e municípios. O Ministério da Saúde repassa valores fixos mensais por equipe, entre R$ 9,6 mil e 6,4 mil para PSF, mais valor por habitantes pelo número de agentes comunitários de saúde. 

Além disso, é entregue uma parcela única para implantação da equipe e mais valores mensais por habitante para manutenção dos programas de atenção básica. No total, esses valores representam cerca de um terço - 33,75% - do custo de uma equipe de saúde da família, mas apenas entre 15% e 17% das equipes de saúde bucal.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.