home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
29/02/16
Grandes redes de farmácias e drogarias crescem 12% em 2015
Segundo a Abrafarma, varejo farmacêutico confirmou performance de excelência ao sustentar crescimento acima dos dois dígitos, superior ao índice de 7% registrado pelo setor em 2015
Da redação

Na contramão do atual cenário econômico, o grande varejo farmacêutico confirmou novamente sua performance de excelência ao sustentar um crescimento acima dos dois dígitos, superior ao índice de 7% registrado por todo o setor em 2015. Segundo a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), entidade que reúne as 28 maiores redes de farmácias do País, as redes associadas à entidade movimentaram R$ 35,94 bilhões em vendas entre janeiro e dezembro, valor 11,99% maior que o do ano de 2014. Na comparação entre dezembro de 2015 com o mesmo mês do ano anterior, o aumento foi de 13,10%.

Mais uma vez, os não medicamentos foram os grandes impulsionadores deste resultado, com volume total de R$ 12,07 bilhões e alta de 13,72% em relação aos 12 meses de 2014. A comercialização de medicamentos atingiu R$ 23,86 bilhões, alta de 7,41% sobre o mesmo período de 2014. 

Para o presidente executivo da Abrafarma, Sérgio Mena Barreto, o modelo de expansão baseado no mercado internacional e a eficiente gestão contribuíram para o bom resultado. “As redes garantem a oferta permanente de medicamentos ao consumidor por meio de uma boa administração de estoques. A constante inauguração de novas lojas também colabora para os indicadores expressivos”, analisa. Barreto também pondera que o envelhecimento da população brasileira e o comportamento da renda das famílias criam condições favoráveis para a manutenção do ritmo de crescimento.

Os genéricos também registraram incremento, somando R$ 3,71 bilhões em 2015. O montante é 11,52% superior ao do mesmo aos doze meses do ano passado. Ao todo, foram vendidas mais de 271,5 milhões de unidades desta categoria. 

A pesquisa, conduzida pela Fundação Instituto de Administração da Universidade de São Paulo (FIA-USP), apontou ainda que mais de 833,3 milhões de atendimentos foram realizados nos estabelecimentos entre janeiro e dezembro. Ainda neste período, foram vendidas mais de 2,12 bilhões de unidades de medicamentos e não medicamentos. Já o número de lojas cresceu 7,07%, passando de 5.570 para 5.964 entre 2014 e 2015. 

20142015Variação (%)
Vendas R$ 32.094.785.435R$ 35.942.411.42811,99%
Vendas de medicamentosR$ 21.472.237.483R$ 23.862.486.2207,41%
Vendas de não medicamentosR$ 10.622.547.952R$ 12.079.925.20813,72%
Vendas de genéricosR$ 3.719.935.638R$ 4.148.465.33311,52%
Unidades vendidas2.103.281.4932.129.958.7281,27%
Clientes atendidos809.717.602833.379.5772,92%
Total de lojas5.5705.9647,07%
*Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma)



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.