home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
22/06/16
Grevistas do Hospital das Clínicas montam acampamento
Acampados em frente à Secretaria da Saúde, servidores pedem reajuste salarial de 41,67% para repor, principalmente, as perdas com a inflação
Agência Brasil

Em greve iniciada no dia 30 de maio, servidores do Hospital das Clínicas de São Paulo se revezam desde a semana passada em um acampamento montado em frente à sede da Secretaria estadual de Saúde, no centro de São Paulo.

Os servidores pedem reajuste salarial de 41,67% para repor, principalmente, as perdas com a inflação. “A adesão está sendo cada dia maior”, disse Sergio de Oliveira, do comando de greve. “O salário é muito baixo e o povo já não aguenta mais. Estamos há muito tempo sem aumento e o governo está sucateando os hospitais, fechando leitos, passando [a administração] para as OS [organizações sociais]”, disse ele.

Na manhã de hoje (20), eles se reuniram com o secretário estadual de saúde, David Uip, e passaram a ele uma lista de reivindicações. “Ele disse que vai conversar com o governador [Geraldo Alckmin] e com a área financeira [do governo]”, disse Oliveira.

Amanhã cedo, os servidores se reunirão em assembleia para decidir sobre os rumos da greve. Na sexta-feira, ocorrerá uma nova assembleia, envolvendo trabalhadores de todo o estado paulista. Por meio de nota, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) informou que o “movimento grevista tem atingido, em média, 30 funcionários de um total de 22 mil colaboradores”. Segundo a assessoria do hospital, o atendimento no complexo continua funcionando normalmente, sem prejuízo  para os pacientes.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.