home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
27/10/11
Grupo Delfin assume Santa Casa de Santo Antônio de Jesus
Operação prevê a renegociação do passivo, em fase de auditoria, e remuneração por resultado
Reinaldo Braga

O Grupo Delfin, líder no segmento de diagnóstico por imagem na Bahia, acaba de assumir a gestão da Santa Casa de Misericórdia de Santo Antônio de Jesus, na região do Recôncavo baiano. A operação, que faz parte de um plano de reestruturação da instituição, fundada em 1918, prevê a renegociação do passivo, em fase de auditoria, e remuneração por resultado.  A unidade já havia terceirizado a UTI para  um grupo de investidores e o serviço diagnóstico por imagem ao próprio Grupo Delfin. Até o final do ano que vem, a instituição vai ganhar uma nova ala de alta complexidade materno-infantil, com 60 leitos, em parceria com o Governo do Estado, e um serviço de oncologia, cujas obras devem estar finalizadas até o primeiro trimestre de 2012. O aporte será feito também por parceiro privado.

 

“Trata-se de uma iniciativa que traz ganhos tanto para os empresários, quanto para a instituição e, por conseguinte, a comunidade”, salienta o provedor Antônio Diniz, que assumiu a Santa Casa em 2006 como interventor de uma unidade à beira do colapso. “A falta de gestão levou a Santa Casa, que sempre foi referência na região, a uma situação falimentar”. Ele explica que a escolha do Grupo Delfin – que fatura cerca de R$ 180 milhões/ano – foi estratégica para a nova fase da instituição. “O objetivo era que a operação fosse tocada por uma empresa que conhecesse a instituição e já atuasse no gerenciamento hospitalar”, salienta. Há pouco mais de dois anos, o Grupo Delfin adquiriu o Hospital Natal Center e, desde então, vem tocando um plano bem sucedido de reestruturação financeira e de ampliação dos serviços da unidade, localizada na capital potiguar.

 

Segundo Diniz, a Santa Casa está localizada em uma região de abrangência de aproximadamente 900 mil habitantes, com potencial de crescimento econômico forte e grande demandas por serviços médicos de alta complexidade. “Temos planos ambiciosos para unidade”, salienta o empresário Delfin Gonzalez. “Não se trata apenas de assumir uma gestão, mas criar uma cultura de gerenciamento profissionalizado que possa ficar como legado”. Ele explica que mesmo antes da formalização do contrato de terceirização da gestão, uma equipe de técnicos já vinha reestruturando a unidade. “Já negociamos 63% da dívida a longo prazo”, sentencia o gestor financeiro da instituição, José Rodrigues. De acordo com ele, que tem passagens em instituições importantes na Bahia, como o Hospital Santa Isabel e Maternidade José Maria de Magalhães Neto, do qual foi um dos mentores, a mudança de filosofia gerencial é fundamental para que as Santas Casas continuem fiéis ao seu propósito de servir à comunidade. “Sem participação da iniciativa privada e um comando técnico eficiente nenhuma instituição com essa característica sobrevive”, afirma ele.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.