home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
05/12/11
Grupo Fleury investe R$ 135 mi em inaugurações e reformas
Companhia deve repetir volume de recursos em 2012 com o objetivo de dobrar de tamanho
Da redação

Encerrando o ano de 2011 com investimentos de R$ 135 mil em inaugurações e reformas de suas unidades, o Grupo Fleury pretende repetir o volume de recursos em 2012 com o objetivo de dobrar de tamanho até o final do ano. Principal aposta da companhia, o plano de expansão vem contemplando as bandeiras a+, Fleury, Campana e Weinmann. As informações são do Brasil Econômico.

 

"O projeto está em andamento desde o ano passado, mas ganhou velocidade em 2011", disse Omar Hauache, presidente do Grupo Fleury. "É cedo para garantir o volume que será aportado em 2012, mas a expansão continuará e a cifra aplicada neste ano pode ser considerada como um indicador para o próximo", completou.

 

Com o plano de expansão, a companhia encerrará o mês de dezembro com cerca de 193 unidades espalhadas pelo país, mais de 50 a mais que há um ano. Além de ter inaugurado novas unidades da bandeira a+ na Bahia, Pernambuco e Rio de Janeiro, o Grupo Fleury adquiriu o baiano Diagnoson por R$ 53,2 milhões em fevereiro deste ano, valor equivalente a 7,4 vezes o EBTIDA.

 

A companhia encerra 2011 com 70 mil metros quadrados de laboratórios em funcionamento ante os 54,5 mil metros quadrados vistos há um ano. O plano é chegar ao fim de 2012 com 110 mil metros quadrados de extensão, o dobro do tamanho de dezembro do ano passado. "A metragem é mais importante do que a quantidade de unidades porque mede melhor o espaço físico que estamos ganhando", avalia o executivo.

 

Receita – Até a segunda quinzena de dezembro, o Fleury fará a inauguração de uma nova unidade em Alphaville, em São Paulo. Esta ser[a a segunda maior unidade do grupo no país, com foco na ampliação da oferta de serviços, entre eles, na área de exames de imagens. Segundo Hauache, apenas 37% da receita da companhia é proveniente de exames de imagem atualmente, enquanto outros 63% vem de exames de análises clínicas.

 

"O objetivo é tornar essa proporção equilibrada 50% a 50%", contou. A mudança no mix começou a acontecer no ano passado com a aquisição da Labs D’Or. Além do crescimento orgânico, a companhia também pretende crescer por meio de aquisições, com foco em capitais com um milhão de vidas cobertas por planos de saúde. "Belo Horizonte é um exemplo de mercado onde ainda não atuamos. Estamos estudando novos mercados", afirma.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.