home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
05/04/17
Grupo São Francisco cresce 23% em faturamento e investe R$ 60 milhões em ampliação da rede
Grupo espera crescer outros 23% em vendas em 2017 e, para isso, adotou as estratégias de verticalização e inovação para aprimorar a oferta de serviços
Da redação

Uma aposta no mercado de saúde de Ribeirão Preto, há mais de 70 anos, resultou no desenvolvimento de um dos maiores conglomerados de saúde do País. Hoje, o Grupo São Francisco (GSF) já não se restringe mais ao interior paulista – onde tem mais de 3 mil credenciados entre estabelecimentos e médicos - e está presente em 5 Estados com a São Francisco Saúde, uma das maiores operadoras de saúde do Brasil, com 522 mil clientes. Em 2016, as estratégias de verticalização e expansão do Grupo resultaram em um crescimento de 23% no seu faturamento.

“Estamos diante de um cenário promissor para a medicina de grupo, que têm ganhado cada vez mais espaço no País, principalmente entre as grandes empresas”, afirma Lício Cintra, presidente do GSF, que complementa: “Em 2017, pretendemos investir R$ 60 milhões na ampliação da rede no interior de São Paulo, Centro Oeste e na região do Sul de Minas Gerais. Esse valor também será voltado a investimentos de TI e novas unidades”.

Com números tão expressivos, é de se esperar que o Grupo conte com estratégias agressivas de crescimento. Só em 2016, obteve um incremento de 18,6% no número de clientes, resultado da sua verticalização – processo que consiste no melhor aproveitamento dos recursos internos da empresa -, que permitiu a preservação dos padrões de gestão e melhoria no gerenciamento da qualidade e custos dos serviços. Para esse ano, o objetivo é um crescimento de 20% em saldo de vida e de 23% em vendas.

Além da operadora São Francisco Saúde, o Grupo ainda conta com o Hospital São Francisco, referência em atendimento de alta complexidade em Ribeirão Preto e região, São Francisco Odontologia, São Francisco Resgate e São Francisco Ocupacional. Sua rede inclui também 78 unidades próprias, divididas entre clínicas e prontos-socorros. “Queremos que as empresas sejam cada vez mais reconhecidas em suas regiões de atuação, pois oferecemos profissionais altamente capacitados e estrutura de atendimento de ponta”, afirma Lício.

Inovação no acompanhamento médico

Um dos projetos mais inovadores do GSF é o aplicativo BIO. Disponível para todos os clientes da operadora médica, é um exemplo de como a tecnologia torna o atendimento mais humanizado. Por meio dele, os pacientes podem manter contato direto com profissionais de enfermagem que avaliam a evolução de doenças crônicas, agilizam o atendimento em casos emergenciais e ajudam a indicar profissionais da rede própria ou credenciada. O aconselhamento é realizado 24 horas por dia.

“O BIO permite que seja feito um acompanhamento do paciente, seja de algum problema de saúde pontual, uma doença crônica, ou até mesmo de dúvidas relacionadas à gravidez e pós-parto”, afirma Lício. “Muitas mães, inclusive, têm se beneficiado da solução durante o processo de amamentação”, finaliza.

O aplicativo, que atualmente monitora 5 mil usuários, recebeu um investimento de R$ 3,5 milhões. Nesse ano, o objetivo é investir no aprimoramento do app para que assim a ferramenta alcance mais pessoas. “A meta é que ao final de 2017 tenhamos mais 30.000 pessoas cadastradas”, conclui Lício.

 



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.