home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
17/12/13
Laboratório Femme planeja abrir mais quatro unidades
Expansão deverá demandar recursos na ordem de R$ 30 milhões que serão captados através de financiamentos e geração de caixa
Da redação

O laboratório paulistano de medicina diagnóstica Femme, especializado no público feminino, pretende abrir mais quatro unidades nos próximos dois anos. A expansão deverá demandar recursos na ordem de R$ 30 milhões que poderão ser captados através de financiamentos e geração de caixa ou com a entrada de um investidor financeiro. As informações são do Valor Econômico.

Segundo Rogério Ciarcia Ramires, sócio do Femme ao lado de Décio Roveda Jr, a maior parte do capital será destinada à compra de equipamentos médicos. "Nossa preferência é crescer com o financiamento. Mas também estamos conversando com alguns investidores financeiros que poderão ficar com uma participação minoritária". Ramires e Roveda são médicos ginecologistas e cada um deles detém 50% do capital do laboratório paulista. 

Os médicos conversaram com vários investidores, desde empresas concorrentes até fundos de investimento, nos últimos dois anos. De acordo com Ramires, as negociações não avançaram porque os interessados pretendiam adquirir toda a empresa. "Se optarmos por vender uma parte da empresa, será para um investidor financeiro que normalmente tem interesse em manter os fundadores no negócio e como continuaremos majoritários não há risco de o laboratório perder a qualidade", disse Ramires.

Essa é a maior expansão do Femme, que possui apenas uma unidade na região da avenida Paulista, em São Paulo. O forte crescimento de 2011 para cá motivou a decisão de abrir novas unidades. Nesse período, o número de exames cresceu 85% para 65 mil ao mês e a receita anual subiu 50% para R$ 30 milhões. Fundado há cerca de 20 anos, o laboratório ganhou prestígio porque atende também 1,3 mil consultórios de ginecologistas, e é responsável pela coleta e processamento dos exames das pacientes. Dos 65 mil exames realizados por mês, entre 20% e 30% são feitos em consultórios.

"Boa parte dos nossos exames vem de indicação de médicos. Mas ainda assim perdemos clientes porque não estamos em outras regiões da cidade", disse Roveda. Com as cinco unidades em pleno funcionamento, o que deve ocorrer em 2016, os fundadores acreditam que o faturamento do Femme saltará dos atuais R$ 30 milhões para R$ 150 milhões, por ano.

*As informações são do Valor Econômico.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.