home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
17/04/13
Lançada na Câmara dos Deputados frente para desonerar medicamentos
Grupo, que conta com mais de 200 parlamentares, entre deputados e senadores, foi criado para tentar isentar medicamentos do elevado volume que atualmente incide sobre esses produtos
Valor Econômico

Nesta quarta-feira (17), na Câmara dos Deputados, foi lançada a Frente Parlamentar para a Desoneração de Medicamentos, que anunciou a estratégia de atuação no Congresso e nas assembleias legislativas nos Estados. O evento, que anunciou o início dos trabalhos, teve a participação de deputados e senadores que farão parte do grupo, além de representantes da indústria, distribuidores de medicamentos, laboratórios e redes de farmácias e drogarias.

O deputado Walter Ihoshi (PSD-SP), presidente da frente, afirmou que o grupo foi criado para tentar isentar os medicamentos do elevado volume que atualmente incide sobre esses produtos e faz com que o consumidor seja um dos principais prejudicados. O deputado apontou a carga tributária dos remédios, que é de cerca de 34%, como "desalinhado" com o que ocorre em todo o mundo, que é de cerca de 6%.

De acordo com Ihoshi, a frente já conta com mais de 200 parlamentares, entre deputados e senadores. Segundo ele, apesar de haver outras frente no Congresso que militam na área da saúde, o foco do grupo é na redução de impostos. Além da atuar em âmbito federal, o parlamentar adiantou que haverá frentes estaduais para articular a desoneração dos medicamentos.

O deputado adiantou que o debate será iniciado através de audiências públicas, seminários no Congresso Nacional, frentes parlamentares estaduais e nas assembleias legislativas de todos os Estados brasileiros. "Esta é a primeira a ser criada, já temos uma presidente, que é a deputada Maria Lúcia Amary (PSDB), deputada estadual que está criando no Estado de São Paulo", finalizou.

De acordo com Geraldo Monteiro, diretor-executivo da Associação Brasileira dos Distribuidores de Laboratórios Nacionais (Abradilan), o governo deveria reduzir o peso dos impostos no preço final dos medicamentos, que é um produto essencial, assim como fez em outros setores da economia.

Monteiro afirmou ainda que os representantes do setor farão um corpo a corpo com representantes do Congresso a partir de agora, para pedir a votação de projetos que reduzam os impostos dos remédios.

*As informações são do Valor Econômico.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.