home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
17/03/16
Medicamentos poderão ficar até 12,5% mais caros, diz Interfarma
Se confirmado, pela primeira vez em dez anos o aumento irá superar a inflação, que fechou 2015 em 10,67%
Da redação

Os medicamentos poderão ficar até 12,5% mais caros a partir do próximo dia 31, segundo cálculos da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma). Caso seja confirmado, pela primeira vez em dez anos o aumento irá superar a inflação, que fechou 2015 em 10,67%. Em nota, a Interfarma afirmou ue as oscilações do câmbio e o aumento expressivo da energia elétrica tiveram uma grande influência na mudança. Com informações da Interfarma e da isto É Dinheiro.

Em 2015, o ajuste autorizado no mesmo período foi de 7,70%, 6,35% e 5% nos preços de medicamentos, dependendo da categoria do produto. Para 2016, o governo ainda não divulgou oficialmente de quanto será o reajuste, mas informou que o processo está em consulta pública.

Em nota, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que a Câmara de Medicamentos, por meio da sua Secretaria-Executiva, iniciou a Consulta Pública nº 1/2016 que trata de futura resolução que irá regulamentar a possibilidade de revisão extraordinária de preço de medicamento por motivo de interesse público. A expectativa é que a Anvisa dê mais informações sobre o reajuste nos próximos dias. O aumento nos preços dos medicamentos é divulgado com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). 



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.