home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
03/02/15
Novartis enfrenta suspensão no Japão após série de escândalos de estudos clínicos
Farmacêutica é acusada de não relatar os efeitos colaterais de medicamentos
Da Redação

O Japão planeja suspender temporariamente os negócios da farmacêutica Novartis naquele país. A suspensão decretada pelo Ministério da Saúde, Trabalho e Previdência deverá durar cerca de 15 dias e vai citar repetidas violações por não transmitir corretamente informações sobre efeitos colaterais, diz o Japan Times .

Será a primeira vez que as autoridades japonesas suspendem uma empresa farmacêutica por deixar de relatar efeitos colaterais prontamente, diz o Times. A Novartis Japão terá a oportunidade de explicar o sucedido antes da suspensão estar finalizada.

É a mais recente punição para a unidade da Novartis no Japão que tem sido atormentada por escândalos. A farmacêutica suíça tem resistido à sucessão de escândalos sobre os testes clínicos do Diovan, alegações a manipulação de dados, taxas de publicidade falsas e investigações internas. A Novartis limpou a casa, substituindo a sua gestão de topo no país e adicionando treinamento corretivo para os funcionários.

O escândalo surgiu em abril do ano passado , quando a Novartis não relatou os efeitos colaterais dos medicamentos Tasigna e Gleevec, para tratamento de leucemia. Dez casos graves de efeitos colaterais, que surgiram quando a empresa coletou dados sobre 3.000 pacientes sob tratamentos de leucemia, não foram relatados conforme exigido por lei, diz o Times.

Este escândalo de efeitos colaterais veio logo após os funcionários da Novartis e representantes de vendas enfrentarem acusações de conduta irregular grave em um teste do seu medicamento para leucemia Tasigna. Os funcionários foram acusados ??de quebra de protocolos de pesquisa na coleta de dados e privacidade do paciente, e de tentar encobrir seus erros por destruição e exclusão de documentos. Em julho, o governo ordenou que a Novartis melhorasse as práticas de negócios e agisse de forma transparente.

A empresa já estava sendo acusada de propaganda exagerada para o remédio da pressão sanguínea Diovan, por citar informações a partir de dados questionáveis ??e, possivelmente, fabricados na promoção do fármaco. Pesquisadores acadêmicos já tinham recolhido pelo menos dois ensaios Diovan após a evidência da potencial adulteração de dados vir à tona.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.