home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
07/11/11
Pardini quer ser escolha inequívoca no setor
Alessandro Ferreira, gerente executivo da Unidade de Negócios Apoio a Laboratórios
Danielle Villela

Há 51 anos no mercado de análises clínicas, o laboratório Hermes Pardini nunca fez aquisições e se consolidou como líder na prestação de serviços para terceiros. Para Alessandro Ferreira, gerente executivo da Unidade de Negócios Apoio a Laboratórios, a manutenção desta filosofia é fundamental na construção de um relacionamento de confiança com os clientes. Em meio à expansão dos laboratórios de diagnóstico Dasa e Fleury, o executivo nega que a retomada da prospecção de clientes no Nordeste vise a um concorrente específico. “Isto seria um erro estratégico”, defende. Embora não confirme os rumores de negociação com uma operadora de plano de saúde, Ferreira aponta a consolidação da cadeia de valor no mercado de saúde como uma tendência. “O ideal para todo prestador de serviço é uma aproximação com as fontes pagadoras”.

 

Revista Diagnóstico - O Pardini vem retomando a prospecção de novos clientes no nordeste, onde a presença do Álvaro é cada vez mais sentida. Pode comentar?

ALESSANDRO FERREIRA - Sempre tivemos grande presença no Nordeste e, mesmo com a ação dos concorrentes, mantivemos uma expansão interessante. O crescimento do Pardini na região não visa a um concorrente em específico. Isto seria um erro estratégico. Nossa estratégia comercial visa ao mercado. Reforçamos vários serviços de apoio, como assessoria científica e logística, para que a melhoria do serviço seja um fator de venda. O Norte e o Nordeste representam em nossa estratégia as maiores possibilidades de crescimento em relação a 2010.

 

Diagnóstico - O acirramento da concorrência pode gerar uma guerra de preços ou de prazo no setor?

AL - É uma possibilidade, mas acredito que chegamos a um ponto em que os preços e prazos de pagamento tendem a se estabilizar. Acredito que os principais concorrentes do mercado de apoio devam agora focar em melhoria do serviço, como logística, prazo de entrega de resultado de exame e apoio técnico. Isto será bom para todos, tanto para os prestadores de serviço quanto para os clientes e, principalmente, para os pacientes.

 

Diagnóstico - O assédio do Dasa a profissionais do Pardini já é um fato superado?

AL - O mercado é carente de bons profissionais e, em uma situação de expansão, é comum que as empresas tentem trazer profissionais que já conheçam o negócio. Tivemos esta situação no passado, mas agora chegamos a um equilíbrio.

 

Diagnóstico - Uma das filosofias do Pardini é ter o cliente como parceiro, uma máxima que estaria alinhada à estratégia do grupo de não investir em aquisições. Isso pode mudar?

AL - Esta é nossa filosofia e não temos intenção de mudar. Queremos ser escolha inequívoca em apoio laboratorial e isto envolve um relacionamento de confiança de longo prazo. Os investimentos do Pardini em 2011 estão focados em incrementar o apoio, principalmente na melhoria dos serviços agregados, já que em 2010 fizemos um megainvestimento na melhoria do parque técnico.

 

Diagnóstico - Em declaração recente, Victor Pardini, presidente do conselho da empresa, afirmou que um sócio ideal – na estratégia de crescimento do Pardini – seria um plano de saúde. Há alguma negociação em curso?

AL - A consolidação da cadeia de valor é uma tendência que vemos no mercado de saúde. O ideal para todo prestador de serviço é uma aproximação com as fontes pagadoras. Isto tem várias vantagens e sinergias que melhoram a produtividade das empresas.

 

Diagnóstico - Como está o processo de internacionalização na América Latina em parceria com o laboratório CIC?

AL - Esta é uma ação estratégica da empresa que, infelizmente, não posso detalhar. Estamos em processo de validação e está correndo tudo dentro do previsto. Os riscos estão controlados, temos ótimas perspectivas para esta operação.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.