home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
29/02/12
Porto Seguro registra alta nos sinistros de saúde
Companhia informou que o último ano foi marcado por um ambiente competitivo mais acirrado, com um mercado financeiro desafiador
Da redação

A Porto Seguro divulgou um relatório ao mercado com o balanço referente ao ano de 2011. No total de prêmios auferidos, a empresa registrou um valor de R$ 8,563 bilhões, aumento de 9% comparado a 2010. Desse valor, 10,1% provém do segmento de saúde. No seguro saúde, os prêmios atingiram R$ 229 milhões, 17,7% superior ao quarto trimestre de 2010. No entanto, a sinistralidade atingiu 79,7%.

 

Em relatório divulgado para o mercado, a companhia informou que o último ano foi marcado por um ambiente competitivo mais acirrado, com um mercado financeiro desafiador. "Conhecendo a natureza cíclica do segmento, estamos otimistas com as oportunidades do setor de seguros no Brasil. Acreditamos no nosso posicionamento junto aos clientes e canais de distribuição, para mais um ano de evolução nos resultados".

 

Ao final do ano de 2011, a Porto Seguro obteve lucro líquido de R$ 580 milhões, queda de 7% em comparação com 2010, que registrou R$ 623 milhões. No quaro trimestre, no entanto, os ganhos obtiveram alta de 7% na comparação com o mesmo período de 2010, de R$ 180 para R$ 192 milhões. No ano, a rentabilidade sobre o patrimônio caiu 2 pontos percentuais (p.p.), de 14,7% para 12,7%.

 

Com a divulgação, o mercado acionário encarou os números de forma negativa. As ações da Porto Seguro fecharam nesta terça-feira (28) em queda de 3,49%, com preço de fechamento de R$ 21,28. No dia, o Ibovespa fechou em baixa de 1,06%, aos 65.241 pontos.

 

Somente de outubro a dezembro de 2010, o total de prêmios auferidos atingiram R$ 2,261 bilhões, alta de 4%. Do total registrado no ano, além do setor de saúde, 68,2% provém do segmento de automóveis e patrimonial, de 7,8%.

 

Os prêmios auferidos na carteira de seguros de automóveis da Porto Seguro atingiram R$ 849 milhões, valor que permaneceu estável em relação ao ano anterior. No quarto trimestre, houve alta de 6 pontos percentuais no índice de sinistralidade, resultado do aumento de roubos e furtos no Estado de São Paulo, conforme relatório da companhia.

 

A Azul Seguros atingiu R$ 270 milhões em prêmios, queda de 5% ante o quarto trimestre de 2010, com aumento de 8,3 pontos percentuais da sinistralidade. A pressão do ambiente competitivo e os ajustes na precificação foi a justificativa para este caso.

 

Diferentemente, a carteira de automóveis do Itaú Seguros Auto e Residência totalizou R$ 424 milhões em prêmios, 9,2% maior do que os R$ 388 milhões do quarto trimestre de 2010. A sinistralidade obteve melhoria de 5 pontos percentuais de outubro a dezembro de 2011. Segundo o balanço, o fato é decorrente de ajustes nos critérios de seleção de risco realizados ao longo de 2011.

 

Em relação aos seguros patrimoniais, os prêmios auferidos somaram R$ 176 milhões de outubro a dezembro, 3,7% acima dos R$ 169 milhões do quarto trimestre de 2010. A sinistralidade também teve alta neste segmento, passando de 4,2 pontos percentuais para 39,5%.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.