home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
22/03/12
Rede particular de Salvador suspende atendimento pelo SUS
Hospitais e clínicas cobram R$ 10 milhões que não foram repassados pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS)
Da redação*

Os hospitais e clínicas particulares conveniados ao Sistema Único de Saúde (SUS), em Salvador, na Bahia, suspenderam o atendimento por tempo indeterminado aos usuários do sistema a partir desta quarta-feira (21). O motivo é a falta de pagamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

 

As instituições alegam que não receberam até hoje do governo municipal o pagamento pelos serviços prestados ao SUS nos meses de janeiro e fevereiro. A dívida é aproximadamente de R$ 10 milhões, referente aos serviços prestados em janeiro e fevereiro.

 

Em Salvador, funcionam 193 clínicas e hospitais credenciados ao SUS que prestam exames e cirurgias de ortopedia, oftalmologia e fisioterapia, além de mamografias e raio X. Quase 20 mil pacientes são atendidos por dia, conforme cálculos da Associação de Hospitais e Serviços de Saúde da Bahia (Ahseb). São mais de 160 mil atendimentos ortopédicos e 120 mil fisioterapêuticos por mês.

 

Em entrevista ao jornal A Tarde, o vice-presidente da Ahseb, Ricardo Costa explicou o começo do problema. “Em 2006 houve mudança para a gestão plena, ou seja, a incumbência de contratos com as clínicas passou do governo do Estado para o município. Na época, a Prefeitura teria que fazer os contratos, o que não houve. Apesar de sabermos que o contrato referente a cerca de R$ 5 milhões mensais não existia, as clínicas prestavam serviços normalmente”, contou.

 

Costa afirma que os atendimentos só serão restabelecidos quando a dívida for quitada. Com o repasse atrasado, as instituições alegam dificuldade para pagar quase 13 mil funcionários. Costa garantiu que o atendimento de urgência e emergencial está mantido.

 

O sindicato e a associação entraram com pedido de liminar na Justiça para que recebimento imediato da dívida. Em nota, a SMS informou que a Procuradoria Geral do Município está buscando formas legais para efetuar o pagamento das clínicas. A SMS afirma ainda que já lançou chamamento público para credenciar clínicas de 23 especialidades médicas interessadas em firmar contrato para atendimento pelo SUS.

 

* Com informações da Agência Brasil e do Jornal A Tarde



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.