home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
16/03/15
Roche investirá R$ 300 milhões em expansão no Brasil
Christoph Franz, presidente do conselho de administração do laboratório suíço: alguns ajustes e reformas necessários no país já foram realizados
Valor Econômico

Nos próximos cinco anos, a gigante farmacêutica Roche irá investir cerca de R$ 300 milhões na expansão da sua unidade de produção de medicamentos em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A expectativa da companhia é, a partir de 2017, ampliar em 10% a capacidade atual da fábrica, que atualmente é de 55 milhões de unidades de medicamentos por ano. As informações são do Valor Econômico.

O Brasil, sexto maior mercado do laboratório suíço no mundo, é o país com o maior crescimento do volume de negócios entre os emergentes e responde por 40% das vendas do grupo na América do Sul. Em 2014, a farmacêutica faturou R$ 2,3 bilhões no Brasil, número que representou um crescimento de 9,5% em relação a 2013. Para 2015, a expectativa é crescer em acordo com o mercado farmacêutico no país, no patamar de dois dígitos.

O presidente do conselho de administração da Roche, Christoph Franz, afirmou que a companhia vê um desenvolvimento muito positivo no Brasil e prevê elementos positivos nos próximos anos. "Estamos confiantes que a participação do mercado brasileiro no faturamento total do grupo irá crescer", disse.

Ainda conforme Christoph Franz, a Roche não está lidando somente com produtos que podem ser vendidos. "Estamos lidando com produtos que são essenciais para a saúde de pacientes. Essa é a razão para termos capacidade suficiente para fornecer a quantidade necessária de cada medicamento no país", completou.

Para Franz, o investimento na fábrica de Jacarepaguá não é justificado apenas pelo mercado interno, mas também pela demanda positiva de outros países da América Latina. A partir de 2017, a intenção é aumentar o volume de exportação de medicamentos da unidade brasileira em 20%. Atualmente, a fábrica exporta 16 milhões de unidades de medicamentos por ano, o equivalente a 30% do volume total produzido.

Apesar de haver um consenso de que a economia brasileira terá dificuldade para crescer este ano, de acordo com Franz, o grupo entende que já foram realizados alguns ajustes e reformas necessários no país. 

Ele explica que leva tempo para que isso seja refletido na economia e o compromisso de investimento no Brasil é de longo prazo e a companhia está focada na demanda prevista a partir de 2017. "Neste país, assistência médica é um direito constitucional. Isso é diferente, em comparação com a maioria dos países do mundo", concluiu.

Outras reformas ainda são necessárias, como a tributária, disse o presidente do conselho de administração da Roche. Ele chamou atenção para o complexo sistema tributário e para a burocracia existente no país.

Criada em 1930, a subsidiária brasileira da Roche emprega atualmente mais de 1.700 pessoas, em três unidades. Além da fábrica em Jacarepaguá, a farmacêutica possui um escritório comercial em São Paulo e um centro de distribuição em Anápolis, em Goiás.

Com atuação nos setores farmacêutico e de diagnóstico, desenvolvendo soluções para doenças complexas e medicamentos para áreas de oncologia, virologia, inflamação, entre outras, a Roche possui um forte viés de inovação. 

No ano passado, a companhia foi a quarta empresa que mais investiu em pesquisa e desenvolvimento no mundo, totalizando 8,9 bilhões de francos suíços, o equivalente a quase R$ 29 bilhões. O montante corresponde a aproximadamente 20% do faturamento global do grupo no ano passado, de 47,5 bilhões de francos suíços, ou cerca de R$ 152 bilhões. De acordo com Christoph Franz, a Roche é a farmacêutica com o maior orçamento de pesquisa do mundo.

No Brasil, nos últimos três anos, a companhia investiu R$ 368 milhões em pesquisa e desenvolvimento. Atualmente, 240 centros de pesquisa estão envolvidos em 79 estudos clínicos conduzidos pela Roche no país, com participação de mais de 1.700 pacientes.

A Roche estima que, atualmente 19 milhões de pacientes são tratados no mundo com os principais medicamentos do grupo, principalmente nas áreas de oncologia, neurologia e imunologia. Em todo o mundo, 360 mil pacientes participam de estudos clínicos desenvolvidos pela Roche.

As informações são do Valor Econômico.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.