home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
01/10/12
Segundo relatório da ONU, mundo terá mais de 1 bilhão de idosos em dez anos
Em 2050, número de pessoas com mais de 60 anos deverá chegar a dois bilhões e representar 20% da população mundial
Da Redação

Um documento do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA, na sigla em inglês) apontou, nesta segunda-feira (01), que nos próximos dez anos o número de pessoas acima dos 60 anos em todo o mundo vai aumentar em aproximadamente 200 milhões - superando a marca de um bilhão de pessoas. No ano de 2050 o número de idosos deverá chegar a dois bilhões e representar 20% da população.

Além de apontar a tendência de que os idosos se tornem cada vez mais numerosos em relação aos mais jovens, o documento faz outras previsões em relação ao perfil global e reflete sobre o aumento da expectativa de vida em outros países. A população idosa já havia superado o número de crianças com menos de cinco anos em 2000. Em 2050 esse número deve superar a população jovem com menos de 15 anos. 

De acordo com a UNFPA, o envelhecimento será perceptível em países emergentes. Atualmente, aproximadamente 66% população acima de 60 anos vive em países desenvolvidos. Em 2050, essa proporção subirá para 80%.

Para a ONU esse aumento da expectativa é motivo de comemoração, mas alerta para alguns riscos econômicos ligados ao envelhecimento da população. "Se não forem tomados os devidos cuidados, as consequências destes temas provavelmente surpreenderão países despreparados", diz o documento.

Para a UNFPA, o grande desafio de alguns países emergentes com um grande número de jovens é encontrar políticas públicas para lidar com o envelhecimento da população nas próximas quatro décadas.

No Brasil, a previsão é que o número de idosos triplique até 2050, passando de 21 milhões para 64 milhões. Seguindo essa previsão, a proporção de pessoas mais velhas em relação ao total da população brasileira passaria de 10% para 29%, em 2050.

Discriminação - De acordo com a ONU, um dos maiores problemas enfrentados pelos idosos é a discriminação. Apesar de 47% dos homens idosos e 24% das mulheres idosas participarem do mercado de trabalho, pessoas mais velhas ainda são vítimas de discriminação, abusos e violência.

O estudo também aborda os mitos comuns sobre idosos que nem sempre são justificados pelos números, como a ideia de que os mais jovens sustentam economicamente os mais velhos através do sistema de previdência. De acordo com a UNFPA, na maioria dos países, inclusive Brasil, o contrário ainda é comum.

*As informações são da BBC Brasil.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.