home notícias Mercado e Negócios
Voltar Voltar
24/01/12
Serviços hospitalares: preço acima do dobro da inflação
Em 2011, a alta média do custo de cirurgias e internações chegou a 14,53%, representando mais que o dobro da inflação geral de 6,49% para a Grande São Paulo
Da redação

Em 2012, por conta do aumento dos preços dos serviços ligados à área médica, o consumidor que não conta com plano de saúde deve gastar ainda mais com os serviços hospitalares. A tendência é que os preços fiquem acima da inflação, com projeção de 5,29%. No último ano, segundo cálculos do IBGE – através do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – a alta média do custo de cirurgias e internações chegou a 14,53%, representando mais que o dobro da inflação geral de 6,49% para a Grande São Paulo. As informações são da Agência Estado.

 

Para José Luiz Toro, advogado especialista em direito da saúde, no geral, a inflação da área médica é maior que a inflação geral por conta “da inclusão de novas tecnologias, que não substituem as anteriores. Elas ajudam a melhorar. Esse incremento reflete no preço cobrado para o consumidor, mas nem sempre o benefício é proporcional ao aumento do preço” e também pelo “aumento da expectativa de vida”. Quem não tem plano de saúde fica “refém” do sistema público, que está sobrecarregado, ou vai precisar pagar por serviços particulares. “Não é à toa que o plano de saúde é o segundo objeto de consumo. O primeiro é o imóvel”, diz Toro.

 

Segundo o consultor da área de gestão da saúde da Fazio Consultoria, Pedro Fazio, outro ponto que pode influenciar na média dos preços é o fato de que apenas os casos mais complexos são direcionados para hospitalização, o que eleva o preço médio do tratamento.

 

De acordo com pesquisa recente divulgada pelo IBGE, a despesa per capta das famílias com bens e serviços de saúde foi de R$ 835,65 em 2009, um número 29,5% maior que o gasto per capita da administração pública no mesmo período, que foi de R$ 645,27. Em relação aos  preços dos laboratórios de análises na capital, a alta foi de 0,74% em 2011. A inflação geral foi de 5,81%, segundo o índice da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

 

Paulo Azevedo, presidente da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica, informa que 90% dos exames laboratoriais realizados pelos planos de saúde. “O repasse dos planos para os laboratórios não tem reajuste há anos e eventualmente os pacientes particulares podem sofrer um repasse de custos”, diz. A alta do dólar no ano passado, para Azevedo, também contribui para os custos, já que cerca de 90% dos insumos, como filme de radiologia, são importados.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.