home notícias Tecnologias
Voltar Voltar
03/05/12
Combinação de drogas é eficaz contra o câncer de fígado
Administração conjunta de remédios - utilizados para inibir uma proteína chamada mTOR - consegue regredir o hepatocarcinoma, frear o crescimento do câncer e destruir as células cancerígenas
Da redação

Um estudo divulgado na revista "Science Translational Medicina" demonstrou que a combinação de duas drogas pode eliminar com mais eficácia os tumores de fígado. A pesquisa de cientistas espanhóis obteve os resultados após demonstrações com cobaias. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

 

O cientistas do Instituto de Pesquisa Biomédica de Bellvitge (Idibell), na Espanha, mostraram que a administração dos remédios - utilizados para inibir uma proteína chamada mTOR - consegue regredir o hepatocarcinoma, frear o crescimento do câncer e destruir as células cancerígenas.

 

A pesquisa estudou os efeitos de dois inibidores de mTOR em ratos de laboratório e agora deverão comprovar se os mesmos também são capazes de gerar efeito nos tumores de fígado humano.

 

O primeiro dos remédios é um derivado da rapamicina (RAD001), que é comercializado como um imunossupresor e usado para tratar alguns cânceres, enquanto o segundo é uma droga identificada como BEZ235, usada para inibir a proteína mTOR.

 

Durante o estudo, os pesquisadores comprovaram que a combinação das duas drogas gera efeitos mais potentes do que cada um deles separadamente. Além de frear a expansão do tumor, os remédio aplicados juntos provocam a autodestruição das células cancerígenas.

 

Devido aos resultados, os cientistas iniciaram um teste clínico nos Estados Unidos, que está financiado pela empresa Novartis, para avaliar a eficácia desta combinação em humanos.

 

"O fato da rapamicina e seus derivados já estarem aprovados para o tratamento de outras patologias sugere que sua combinação com BEZ 235 poderia ser uma estratégia rápida para provar a eficácia deste remédio e acelerar sua aprovação para uso clínico", disse a coordenadora do estudo, Sara Kozma.

 

O câncer primário de fígado ou carcinoma hepatocelular é o quinto câncer mais comum e, devido a sua agressividade, é o terceiro que mais mata.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.