home notícias Tecnologias
Voltar Voltar
30/10/12
Exmovere Holdings aponta novos caminhos para o health care
Ceo de empresa especialista em mobilidade conta como os produtos, como a Chariot, podem transformar vidas
Da Redação

O que os filmes Iron Man e Dick Tracy têm em comum com o setor médico-hospitalar? Para o americano David Bychkov, da Exmovere, há muita similaridade entre a ficção cinematográfica e o futuro do mercado de saúde. Com sede em Virgínia, nos EUA, a empresa vem revolucionando o segmento de health care ao propor soluções ousadas para problemas reais, como o acesso à mobilidade. “Acho que o filme Iron Man inspirou o mundo a pensar sobre os dispositivos do exoesqueleto como uma fantasia natural de como serão os gadgets no futuro”, defende o executivo, que falou com exclusividade à Diagnóstico.
 
Diagnóstico – Por que a Exmovere decidiu se dedicar a este tipo de negócio?
David Bychkov – Nossa empresa foi fundada pelos pesquisadores da Università dell’Immagine, uma instituição dedicada a estudar a fisiologia dos sentidos, em Milão, Itália. Tudo o que envolve melhorar a percepção humana, incluindo seu bem-estar emocional, é parte de nossa missão como empresa. Nossa dedicação à mobilidade, cuidado com a saúde e segurança é um resultado natural de nosso trabalho com estudantes, pacientes e pesquisadores na última década.

Diagnóstico – A Chariot é talvez um dos produtos mais revolucionários criados com o foco em mobilidade. O produto é acessível?
Bychkov – A Chariot é como um carro-conceito. Lançamos a Chariot para estimular o debate público sobre os benefícios de elevar a mobilidade, o valor médico da estabilidade e a necessidade de aproveitar a tecnologia para melhorar a vida de amputados. 

Diagnóstico – Como fazer este tipo de tecnologia chegar a países em desenvolvimento como o Brasil?
Bychkov – Estamos trabalhando com manufaturados da China para tornar a Chariot mais acessível e confiável como um produto que pode ser vendido mundialmente. Começamos essa jornada há três anos e esperamos tornar esse sonho realidade nos próximos 12 meses. Identificamos os parceiros corretos e estabelecemos que a Chariot poderá ser vendida por um preço sugerido de US$ 999 ou menos.

Diagnóstico – Quais as demandas deste tipo de produto no mundo?
Bychkov – Crianças de 12 a 18 anos são a fonte número um das demandas por patinetes elétricos ao redor do mundo, indiferentemente de se estamos tratando de Brasil, Vietnã ou EUA. Nós acreditamos que a Chariot, vendida a um preço abaixo de US$ 999, pode atingir uma venda anual de 100 mil unidades em três anos, presumindo que podemos torná-la segura, fácil de guardar e que ela venha com configurações como controle remoto e comunicação wireless. Acho que o filme Iron Man inspirou o mundo a pensar sobre os dispositivos do exoesqueleto como uma fantasia natural de como serão os gadgets no futuro. Se a Chariot puder aproveitar um pouco dessa fantasia e disponibilizá-la para crianças ao preço de um laptop, eles comprarão ou pedirão aos pais para que comprem. 

Diagnóstico – É possível que a ciência possa encontrar a cura para uma parte significativa das doenças que comprometem a mobilidade antes que produtos como a Chariot comecem a ser usados por uma grande parte da população?
Bychkov – Acredito que a pesquisa com células-tronco é necessária para curar muitas doenças relacionadas à  medula espinhal. Entretanto, a Chariot envolve um problema filosófico maior que as lesões. É sobre hábitos tanto de pessoas saudáveis quanto com lesões. A maior parte das pessoas hoje gasta 90% de seu tempo sentada em uma cadeira, independentemente de eles possuírem ou não problemas de medula espinhal. Seus empregos demandam isso, suas televisões e dores crônicas requerem isso. Mesmo assim, o corpo humano precisa estar preparado para estar com a circulação e digestão regularizadas. Acho que o ato de sentar representa uma parte de um problema mais amplo do comportamento sedentário que leva à obesidade, desordens gastrointestinais, problemas com o sono, entre outros.  A Chariot busca encorajar o ato de ficar de pé e se movimentar enquanto se 
está de pé.

Diagnóstico – A Exmovere opera com uma linha de produtos com o foco em um monitoramento que permite a qualquer cidadão ter acesso a informações que, na maior parte do tempo, são restritas aos profissionais de saúde. Isso é uma tendência?
Bychkov – Existe uma tendência mais ampla para a telessaúde, que a Exmovere está tentando incorporar. Estamos trabalhando com operadoras de celular, como a AT&T, nos EUA, e Rogers, no Canadá,  para popularizar essa tendência e tornar possível que famílias acessem dados remotos sobre seus bebês, por exemplo.  Nós esperamos, claro, que milhões de consumidores aceitem a ideia e confiem em nossos produtos para ajudar suas famílias.  

Diagnóstico – Como as organizações que representam médicos contribuem para a difusão deste tipo de tecnologia?
Bychkov – Os grupos de médicos representam um papel importante em testes e certificações, assim como na instrução de pacientes e consumidores. Estamos trabalhando com organizações de gerenciamento de saúde e seguradoras que, pelo menos nos EUA, são consideradas  centros de referência de informações em  opções de telessaúde.

Diagnóstico – Como um hospital pode utilizar a tecnologia da Exmovere para ser mais produtivo e acelerar o processo de cura ou reabilitação do paciente?
Bychkov – Os produtos da Exmovere podem ser usados para ajudar na readaptação de um paciente ao ambiente de sua casa depois de finalizar um tratamento médico no hospital. Nossos recursos podem fornecer dados aos médicos que podem ser usados para garantir que os pacientes recebam os tratamentos que precisam.

Diagnóstico – Como o Exmobaby funciona? Ele é utilizável em uma maternidade?
Bychkov – Exmobaby é um eletrocardiograma e medidor de temperatura acondicionado como uma peça de vestuário para bebês, lavável em máquina. Usa sensores embutidos e um pequeno transmissor para enviar dados para uma estação de celular habilitada, que pode enviar alertas para membros da família ou médicos, para que isso ajude no cuidado com o bebê. É realmente direcionado para casa, mas pode certamente ser usado por clínicas e maternidades.

Diagnóstico – É possível que, no futuro, carros sejam produzidos e entregues com recursos de monitoramento de emoções humanas, como o relógio desenvolvido pela Exmovere? Qual a fatia deste mercado nos EUA?
Bychkov – Sim! Estamos finalizando uma parceria com uma empresa chinesa de produção de componentes de carros para lançar nossos biossensores automotivos para o mercado asiático. Nosso objetivo é ajudar pelo menos 500 mil caminhoneiros nos próximos três anos, disponibilizando sensores em seus carros que podem preveni-los de dormir ou se distrair enquanto dirigem. Só nos EUA, acreditamos que o tamanho do mercado consumidor seja de 10 milhões de motoristas com doenças crônicas ou idosos. Trata-se de um contingente relevante e ainda inexplorado.

Diagnóstico – Como as empresas home care podem usar este tipo de tecnologia para baixar os custos dos serviços e aumentar a eficiência?
Bychkov – As empresas de home care usam tecnologias de monitores remoto para adicionar uma camada extra de vigilância que é 24 horas por dia. Epilépticos, por exemplo, precisam, muitas vezes, de uma enfermeira em casa, para observá-los enquanto dormem. Isso pode custar milhares de dólares por mês. Os produtos da Exmovere oferecem potenciais economias de dezenas de milhares de dólares por ano.

Diagnóstico – Quem é o público-alvo da Exmovere? Quem representa a maior parte de sua audiência?
Bychkov – Nosso público-alvo são as mães. Todos os nossos produtos as afetam de algum modo. Elas são as maiores responsáveis pelas decisões relativas à saúde na família, e nossos produtos tentam tornar a vida dessas mulheres mais confortável e conveniente.

Diagnóstico – Vocês estão trabalhando em algum projeto novo?
Bychkov – Sim Tudo o que eu posso dizer são duas palavras: Dick Tracy (Bychkov faz uma alusão ao famoso detive da trama em quadrinhos). Vou ter que deixar vocês usarem a imaginação a partir daí.

*Entrevista publicada na revista Diagnóstico, n°16.



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.