home notícias Tecnologias
Voltar Voltar
10/04/14
Fanem reforça estratégia para Telemedicina com investimento na Startup SensorWeb
Objetivo é aprimorar o portfólio de monitoramento de equipamentos e facilitar o acesso à informação
Da redação

São Paulo – De olho no mercado de telemedicina e telemetria para a saúde, a Fanem, empresa brasileira de produtos nas áreas de neonatologia e de laboratórios, anunciou o investimento na Startup de Tecnologia Sensorweb, especializada em soluções baseadas no conceito “Internet of Things”. O objetivo é aprimorar ainda mais o portfólio de monitoramento de equipamentos e facilitar o acesso às informações destes. 

A Fanem está engajada com a eHealth e a telemedicina e já vem introduzindo em seus produtos características alinhadas a estes conceitos, empregando tecnologia própria. o objetivo, ao associar-se a uma empresa especialista neste setor, como a SensorWeb, é reforçar a oferta de produtos de ponta equiparando-se a poucos players internacionais que já dispõem de soluções com este tipo de tecnologia.

“A SensorWeb é um importante polo nacional de desenvolvimento de TI, que já atua na área da Saúde com soluções que monitoram produtos críticos, inclusive no transporte e no armazenamento de medicamentos, e que agora, com a entrada da Fanem, ampliará ainda mais seu hall de clientes”, ressalta Djalma Luiz Rodrigues, diretor executivo da Fanem. 

Para a SensorWeb, a participação da Fanem tem um significado estratégico do ponto de vista comercial. “Além do aporte financeiro, poderemos contar com os recursos de uma frente comercial na área da saúde consolidada há 90 anos, o que nos ajudará a fortalecer nossa marca e produto”, disse Douglas Pesavento, sócio-fundador da SensorWeb. Por outro lado, ele afirma que haverá a possibilidade de inovar em outras áreas que envolvem a integração entre produtos Fanem e seus usuários, utilizando software e a internet como meio de comunicação.

A atuação conjunta também envolverá a integração das tecnologias de telemetria, monitoramento, transmissão e gerenciamento de variáveis de controle, agregando ainda mais valor aos equipamentos da Fanem. De acordo com Rodrigues, inicialmente a tecnologia será aplicada à linha laboratorial para monitoramento e registro de informações da cadeia do frio (temperatura e umidade). 

Posteriormente, a mesma tecnologia que envolve também acesso remoto, internet e armazenamento em nuvem, poderá ser utilizada em outras linhas de produtos. “No futuro, a ideia é que os equipamentos Fanem sejam todos monitorados remotamente por uma equipe de manutenção, reduzindo custos de deslocamento e de pessoas, o monitoramento de possíveis problemas e agilizando o tempo de atendimento ao cliente”, explica Rodrigues. 



PUBLICIDADE

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.