home notícias Tecnologias
Voltar Voltar
12/01/12
Gestores de TI desaceleram a adoção de Cloud Computing
Executivos reconhecem benefícios financeiros, mas se preocupam com questões como privacidade e segurança
Da redação

Os executivos de TI na área de saúde entendem que o cloud computing – a chamada computação em nuvem – tem seus benefícios, mas preocupados com questões como privacidade e segurança, muitos estão retardando os planos de mover seus dados sobre pacientes críticos para sistemas com base nas nuvens, aponta estudo recente da KLAS. As informações são do Informationweek*.

 

Intitulado "Path to Cloud Computing Foggy: Perception Study" ("O nebuloso caminho para o cloud computing: estudo de percepção", em tradução livre), o levantamento estrevistou 97 CIOs e outros executivos da saúde em organizações de saúde. Enquanto  58% dos entrevistados estão considerando o uso de cloud computing, apenas 35% dos que manifestaram interesse na tecnologia disseram que têm planos concretos para implementá-la.

 

O que pesa fortemente na mente dos CIOs é como gerenciar o crescimento exponencial de dados decorrentes da mudança para registros médicos digitalizados, bem como o crescimento das imagens médicas digitalizadas. Com orçamentos mais apertados e uma necessidade de fazer mais com menos, as organizações de assistência à saúde estão avaliando o cloud computing como uma forma de cortar custos e criar uma maior eficiência, mas o pensamento de colocar os dados do paciente em um ambiente de nuvem ainda é uma preocupação para muitos gerentes de TI.

 

"Há cada vez mais e mais dados disponíveis, mas muitos gestores de TI estão se movendo muito cautelosamente e fazendo um due diligence", disse Erik Westerlind, autor do relatório. Ele aponta que uma das principais preocupações dos executivos é se a computação em nuvem pode ajudá-los a cumprir suas obrigações em conformidade com as regras de privacidade do Health Insurance Portability and Accountability Act (HIPAA).

 

De acordo com Westerlind, a indústria da saúde ainda está nos estágios iniciais da adoção de nuvem. Ele observou que as organizações prestadoras de cuidados à saúde ainda precisam transferir para as nuvens dados de seus registros de saúde eletrônicos (Electronic Health Records-EHRs), formulários de pacientes e Enterprise Resource Planning (ERP).

 

No entanto, os entrevistados reconheceram os benefícios da computação em nuvem, com 60% apontando a redução de custos como o maior benefício. Usando o cloud computing, gestores de TI poderiam evitar pagamentos adicionais de locais de armazenamento e infraestrutura de rede, tais como as despesas associadas com os custos de hardware, trabalho e manutenção de sistemas de armazenamento. Além disso, muitos entrevistados observaram que eles se beneficiariam de recuperação de desastres avançada e serviços de continuidade de negócios. Ainda assim, muitos executivos dizem que estão à espera que a computação em nuvem amadureça para melhor atender às suas necessidades de segurança de dados.

 

No que diz respeito à fixação de um prazo para adoção de nuvem, 68% dos entrevistados disseram que devem adotar o cloud computing, durante os próximos 12 meses, 24% esperam que a adoção de nuvens ocorra durante os próximos 13-24 meses, e outros 8% planejam sua implementação durante os próximos dois anos.

 

*Com tradução de Danielle Villela, do Portal Diagnósticoweb.



PUBLICIDADE

Mais lidas


    Warning: mysql_num_rows() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 309

    Warning: mysql_free_result() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/diagnosticoweb/www/noticia-interna.php on line 322

Newsletter

Cadastre-se e receba as novidades do Diagnosticoweb em seu e-mail

agenda

facebook

© Copyright 2012, Diagnósticoweb . Todos os direitos reservados.